Corpo sendo retirado da praça - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Corpo sendo retirado da praça – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

O ‘jejum’ de homicídios em Rondonópolis acabou. O município já estava há 18 dias sem mortes no local do crime. Desta vez a vítima foi o um morador de rua identificado como Valdelino de Sousa. Ele foi morto a pauladas após um desentendimento com outro andarilho na Praça da Saudade, bairro Bom Pastor. Este é o segundo caso de morte com mendigo nas praças públicas da cidade. No fim de fevereiro outro morreu esfaqueado na Praça dos Carreiros (Veja Aqui).

Movimentação de curiosos foi intensa durante perícia - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Movimentação de curiosos foi intensa durante perícia – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito já foi preso. Ele foi identificado como João Pereira, 60 anos. Ele falou com a reportagem do Site AGORA MT sobre o crime.

Leia também:  Casal e reeducando da Mata Grande são acusados de aplicar o 'golpe do falso médico'

“Eu fiquei revoltado porque ele passou a mão na minha bunda e tentou me abusar, fui tirar satisfações e ele me deu um tapa na cara, e em cara de homem não se bate. Falei para ele que iria matá-lo pela manhã, mas a raiva foi tanta que não tive paciência de esperar, peguei um pau e matei ele”, depõem o suspeito.

Momento em que o suspeito chega a 1ª Delegacia de Polícia - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Momento em que o suspeito chega a 1ª Delegacia de Polícia – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

No momento do crime ambos estavam embriagados. Valdelino morreu segurando um saquinho de biscoito. Ele era natural de Araçatuba-SP e estava a dois meses no município.

João Pereira está preso na 1ª Delegacia de Polícia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.