Bruno Senna disputará a temporada inaugural da Fórmula E, o novo campeonato de carros elétricos chancelado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA). O paulista de 30 anos foi anunciado pela equipe indiana Mahindra Racing em evento em Bombaim, Índia, nesta segunda-feira. Ele será companheiro do indiano Karun Chandhok, repetindo as parcerias que fizeram na GP2 em 2008 e na Fórmula 1, no time HRT, em 2010. O sobrinho do tricampeão da F-1 Ayrton Senna conciliará a Fórmula E com algumas etapas do Mundial de Endurance da FIA, onde representa a Aston Martin.

– Estou muito orgulhoso em me juntar à Mahindra Racing. Há uma ambição real da equipe em ser líder na Fórmula E desde o início. É também muito excitante fazer parte de um campeonato tão revolucionário desde sua fundação. Haverá muita coisa para aprender rapidamente, tanto para pilotos quanto para equipes, em termos de tecnologia e estilo de pilotagem. A F-E vai popularizar um novo tipo de automobilismo ao redor do mundo. Claro, tenho um ótimo relacionamento com Karun, o que nos ajudará a trabalhar juntos e a desenvolver a equipe rapidamente – disse o brasileiro.

Leia também:  Inscrições abertas para estadual de tênis em Cuiabá

Lucas di Grassi também disputará campeonato

Bruno é o segundo brasileiro confirmado na Fórmula E. O também paulista Lucas di Grassi, que defende a Audi no Mundial de Endurance, correrá pela equipe Abt Sportsline, junto com o alemão Daniel Abt. Até o momento foram três equipes confirmadas. A outra é a Virgin, que terá o espanhol Jaime Alguersuari, ex-F-1, e o inglês Sam Bird, vice-campeão da GP2 em 2013. Outras sete equipes estão confirmadas no campeonato.

A primeira temporada da Fórmula E terá 10 etapas disputadas em circuitos de rua montados em grandes cidades. O campeonato começa no dia 13 de setembro, em Pequim, e termina dia 27 de junho de 2015 em Londres, Inglaterra. Duas provas serão realizadas na América do Sul: uma em Punta del Este (Uruguai) e outra em Buenos Aires (Argentina). Um prova de rua no Rio de Janeiro chegou a ser anunciado, mas o prazo apertado obrigou os organizadores a cancelarem a ideia de ter uma corrida disputada no Brasil. Os testes da pré-temporada serão realizados em Donington Park, Inglaterra, a partir do dia 3 de julho.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

A nova categoria tem como objetivo promover interesse e investimento no automobilismo sustentável. Os carros elétricos possuem taxa zero de emissão de carbono e podem alcançar até 220 km/h. Os carros foram desenhados e construídos pela Spark Racing Technology. Duas grandes equipes da Fórmula 1 apoiam o projeto: a McLaren fornece o motor elétrico, a transmissão e o sistema eletrônico do bólido, enquanto a Williams desenvolveu o sistema de armazenamento de energia. O chassi do carro ficou por conta da Dallara e o câmbio foi produzido pela Hewland. Os pneus serão da Michelin.

Confira o calendário oficial da Fórmula E 2014/2015:

13 de setembro – Pequim (China)
18 de outubro – Putrajaya (Malásia)
13 de dezembro – Punta del Este (Uruguai)
10 de janeiro – Buenos Aires (Argentina)
14 de fevereiro – indefinido
14 de março – Miami (EUA)
4 de abril – Los Angeles (EUA)
9 de maio – Monte Carlo (Mônaco)
30 de maio – Berlim (Alemanha)
27 de junho – Londres (Inglaterra)

Leia também:  União tem estreia contra o Dom Bosco confirmada
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.