Você consegue me dizer quanto tempo perde tentando encontrar o causador do problema em vez de focar na solução? E lembrando que tempo é dinheiro, quanto custa essa demora em resolver um problema?

Muitos já devem ter presenciado a situação na qual funcionários ficam discutindo na frente de um cliente sobre os problemas da empresa, falando mal de um chefe ou colega de trabalho. Mas alguém já presenciou o contrário, ou seja, algum funcionário sugerindo como resolver algo ou como gostaria que fosse o comportamento de outro colega de trabalho?

A melhor maneira de encarar um conflito é direcionando a atenção para como gostaríamos que determinada situação tivesse acontecido ou o que podemos fazer para que aconteça como programado. Ficar lamentando e reclamando do problema não vai torná-lo mais leve, pelo contrário, isso irá aumentar mentalmente o tamanho do problema.

Para evitar desperdício de tempo, temos que ter primeiramente como objetivo central a solução. Para que isso funcione em nosso dia-a-dia é preciso estabelecer uma cultura de solução baseada numa relação ganha-ganha, na qual ambos os lados saem com saldo positivo após o conflito. Insistir em uma relação perde-ganha ou ganha-perde na qual algum dos lados insiste em provar o erro da outra parte aumenta a demora em solucionar o problema. Essa forma de pensar e agir é inútil tanto dentro da organização que trabalhamos como em nossa vida particular.

Em vez de ficar nervoso e lamentando algo que aconteceu de errado, concentre-se no resultado final do processo e no que pode ser consertado (focar no estrago e apontar culpados não vai corrigi-lo).

Com a concretização dessa cultura de solução, alguns benefícios logo aparecerão, tais como: Harmonização do trabalho em equipe, incentivo a participação, comunição mais eficiente, criação de um ambiente que permite o aprendizado, equipes independentes, entre outros.

Tem alguma sugestão, estou curioso para saber, deixe um comentário.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.