Indispensável para a maioria dos brasileiros, o arroz fica ainda mais saudável na sua versão vitaminada. Sim, existe uma variante reforçada com mais nutrientes. As substâncias são adicionadas a uma base de farinha de arroz, que é, por sua vez, modelada em formato de grãos. Eles são então misturados aos tipos convencionais do cereal, sem diferença de sabor, aroma e textura.

Outra vantagem é que o preparo não muda. Você pode cozinhar como está habituada e levar à mesa, por exemplo, um delicioso “arroz” , “refrescante” ou cremoso com maionese, entre outras receitas imperdíveis.

A chegada ao Brasil desta novidade é uma iniciativa da Gain, filiada às Nações Unidas, e da Path, instituição voltada para a saúde mundial, cujo diretor global, Peiman Milani, explica que é preciso levar em consideração que a inovação fornece cerca de um terço da quantidade diária recomendada de vitaminas e minerais, como o ferro, o ácido fólico, o zinco e a tiamina, em porções de 50g.

Leia também:  Novo teste pode ajudar a descobrir se bebê será prematuro

“Apesar de ser em média 10% mais caro, é um excelente ‘investimento’. Ele permite que as pessoas fortaleçam sua nutrição por meio de um alimento que comem diariamente. Além disso, estudos demostram a redução de deficiências de micronutrientes e a conservação dos teores nutricionais por mais tempo”, diz.
Qualidades de cada um Qualidades de cada um

A pergunta que fica é: até que ponto o arroz branco, integral e vitaminado são diferentes? Veja abaixo seus principais benefícios:

Branco: Rico em carboidrato, principal fonte energética para o organismo.
Integral: Suas fibras auxiliam no bom funcionamento do intestino e previnem doenças cardiovasculares, enquanto o complexo B regula o sistema nervoso, favorece o crescimento, contribui para a saúde da pele e melhora o ciclo do aparelho digestivo.
Vitaminado: o ferro, fundamental para a constituição da hemoglobina e prevenção da anemia, o zinco, presente em inúmeras enzimas, a vitamina B1, que atua no metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios, e o ácido fólico, participante da formação de células e do sistema nervoso central, fazem parte da composição.

Leia também:  Dor no pé? Pode ser fascite plantar!

Onde encontrar

Por ser um lançamento, a distribuição está sendo feita para um número limitado de redes de supermercados – a previsão é de que a disponibilidade aumente gradualmente. Quanto à qualidade, as marcas serão certificadas por meio de um processo da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e receberão um selo específico para a identificação pelos consumidores.

O alimento também já faz parte da merenda servida a cerca de 15 mil estudantes da rede pública de Vespasiano, na grande Belo Horizonte (MG). Assim como no caso da venda em mercados, a estimativa é de que mais cidades apostem nesta ideia porque o arroz vitaminado tem o poder de prevenir casos de fome oculta. Como o seu nome sugere, ela é a falta de nutrientes e vitaminas em pessoas que, apesar de se alimentaram, necessitam de uma reposição nutricional.

Leia também:  Pimentão para colorir a receita e turbinar a saúde
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.