A demanda por energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional (SIN) caiu 3,1% de março para abril deste ano. Os dados fazem parte do Boletim de Carga Mensal e foram publicados hoje (8), na página do ONS na internet.

Eles indicam que quando comparado a abril do ano passado, a demanda por energia elétrica ao sistema cresceu 2,9%, o que levou a demanda acumulada nos últimos 12 meses (a taxa anualizada) a expandir 5,1%, em relação ao período anterior.

Em abril, a demanda ao sistema atingiu 63.289 megawatts médios, sem considerar o efeito da integração de Manaus ao sistema a partir de julho do ano passado – indicando, neste caso, uma taxa de crescimento de 1,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Leia também:  Dia dos Pais | Rondonopolitano deve gastar entre R$ 50 e R$ 100 com presente

As informações indicam que a queda no desempenho da carga do SIN deve-se, principalmente, ao menor número de dias úteis e a uma possível redução da carga industrial neste mês – já sinalizada pela sondagem da Indústria da Fundação Getulio Vargas e da Confederação Nacional da Indústria. Ambas as pesquisas indicam, para o mês de abril, “uma continuidade do período de desaceleração do ritmo de atividade industrial” ressalta o ONS.

A queda de 3,1% na demanda por energia elétrica de março para abril aconteceu em três dos quatro subsistemas. A exceção foi a Região Norte onde no período a demanda cresceu 1,5%. Ainda no Subsistema Norte os valores de carga de energia indicam uma variação negativa de 22,5% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior. No acumulado dos últimos 12 meses, o Norte apresentou uma variação positiva de 21,7%, em relação ao mesmo período anterior.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (28/08/17) em Rondonópolis

Sem considerar o efeito da integração de Manaus ao Sistema Interligado a carga do Subsistema Norte também apresenta uma taxa de crescimento negativa em 0,1%, entre abril deste ano e abril do ano passado. Para o Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, os valores de carga de energia verificados em abril indicam uma variação positiva de 1,5% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior.

Com relação ao mês de março deste ano a variação é negativa de 4,0%. No acumulado dos últimos 12 meses o Sudeste/Centro-Oeste apresentou uma variação positiva de 3,2%, em relação ao mesmo período anterior.

A demanda por energia no Subsistema Sul cresceu 1,8% em abril deste ano em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior, mas caiu 3,8% na comparação com março deste ano, com a taxa anualizada fechando em crescimento de 5,7%, em relação ao mesmo período anterior.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (25/09/17) em Rondonópolis

Já no Subsistema Nordeste os valores de carga de energia em abril indicam uma variação positiva de 0,9% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior. Com relação a março a variação também é negativa: 1,1%; enquanto a taxa anualizada acumula nos últimos 12 meses crescimento de 4,5%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.