O lote I referente ao estado de Mato Grosso no leilão de linhas transmissão e subestações executado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na manhã desta sexta-feira (09) foi um dos cinco que não atraíram investidores.

Apesar de cinco dos 13 lotes disponibilizados em leilão não terem tido vencedores, o diretor do órgão, Reive Barros dos Santos, avaliou que o resultado foi um sucesso, pois os valores econômicos dos empreendimentos sem propostas são pouco expressivos. “Demandamos R$ 4,3 bilhões em investimentos e conseguimos R$ 3,5 bilhões. Do ponto de vista econômico, a diferença é muito pequena”, declarou. A previsão do próximo leilão de transmissão é setembro deste ano.

Leia também:  Mais de 12 mil motoristas ficaram parados na BR-163 por falta de combustível

Além de Mato Grosso também não houve investidores para os lotes A e o H (ambos no Pará), o J (Maranhão) e o L (Minas Gerais).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.