Foto: assessoria
Foto: assessoria

O pré-candidato ao governo de Mato Grosso, ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva (PMDB), participou do jantar entre as lideranças do PMDB, com a presidente Dilma Rousseff (PT) em Brasília para discutir a aliança com o Partido dos Trabalhadores (PT) nacionalmente e nos estados onde as duas legendas caminham juntos. Julier que esteve juntamente com o deputado Carlos Bezerra (PMDB) no jantar foi mencionado por Dilma como a nova geração de políticos que darão continuidade nos avanços sociais do país que vem nos últimos 12 anos.

“Quero cumprimentar aqui todos os pré-candidatos aqui presente em nome do nosso companheiro Julier Sebastião de Mato Grosso. Eu já o conheço e espero que desenvolva um bom trabalho no seu estado e em seu nome Julier, quero desejar boa sorte a todos os presentes nestas eleições. E que possamos fazer da aliança entre o PT e o PMDB, uma aliança para a governabilidade. Essa é uma aliança para governar e garantir os ganhos para a população e uma das chapas que está aí representa retrocesso, recessão e desemprego”, discursou Dilma ao lado do vice-presidente da Republica Michel Temer (PMDB) durante o jantar de ontem (27) à noite no Palácio Jaburu, residência oficial de Temer.

Durante o jantar, o pré-candidato mato-grossense conversou com o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (PMDB/RO), o Ministro de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini (PT), o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante (PT) e Bezerra para discutir o cenário político mato-grossense.

Foto: assessoria
Foto: assessoria

“A conversa foi muito boa e encaminhamos que as duas direções nacionais irão se reunir nos próximos dias para tratar exclusivamente da situação de Mato Grosso. O entendimento tirado aqui é que é preciso definir logo a chapa majoritária da base aliada para construir um palanque único da base aliada para reeleger a presidente Dilma Rousseff. Após essa reunião o PMDB e o PT deverão se reunir no estado para convocar os demais partidos da base aliada”, disse Julier.

Já o vice-presidente Michel Temer, por sua vez, assegurou à presidente Dilma que, no dia 10 de junho, data da convenção do partido, o PMDB vai “reeditar a aliança” com o PT.

Nesta semana as duas siglas no estado já fizeram o primeiro contato para uma reunião para discutir uma aliança entre os pré-candidatos Julier e Lúdio Cabral (PT).  O assunto está sendo tratado entre o presidente peemedebista Carlos Bezerra e presidente petista Willian Sampaio (PT).

O ex-juiz Julier deixou a magistratura no dia 01 de abril e se filiou no PMDB no dia 02 de abril em Brasília, com a presença do presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (PMDB/RO), ministro da Agricultura Neri Geller (PMDB), o presidente estadual do PMDB, além de outras lideranças nacionais.

 

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.