A Petrobras encerrou o primeiro trimestre com lucro de R$ 5,39 bilhões, com queda de 30% em relação ao mesmo período de 2013.

O resultado foi afetado, sobretudo, por provisões de R$ 2,4 bilhões feitas por conta de despesas trabalhistas previstas com o Plano de Demissão Voluntária (PDV) que está sendo conduzido pela companhia.

O efeito dessas provisões, líquido de impostos, reduziu os ganhos em R$ 1,6 bilhão no começo do ano, informou a companhia.

A receita, por sua vez, cresceu 12%, para R$ 81,54 bilhões. Já o resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, em inglês) ficou em R$ 14,39 bilhões, 12% abaixo daquele registrado nos três primeiros mese s de 2013.

Leia também:  Bloqueio de verbas não consegue mais conter aumento da dívida pública

O lucro da companhia veio 28% acima da média das previsões de oito casas de análise compiladas pelo Valor, que apontava para ganhos de R$ 4,2 bilhões. O Ebitda também superou as expectativas, que estavam em R$ 13,7 bilhões, em 4,7%. Já a receita veio praticamente em linha com os R$ 81,2 bilhões esperados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.