Pré-candidato pelo PT ao governo de Mato Grosso, Lúdio Cabral se diz preocupado com a indefinição da base aliada sobre os candidatos que vão disputar a eleição de 2014. “Precisamos estancar a sangria. Estamos perdendo aliados, já deixaram o PP, PSC e o PR, que pode vir a sair. É um momento delicado que só favorece o adversário”.

Para ele, o grupo precisa definir quem são os candidatos se o PT, ou o Julier pelo PMDB ou Chico Daltro (PSD) ou outro nome que possa vir a ser colocado. O problema é que nenhum dos partidos quer abrir mão de ter representantes na chapa majoritária.

Advertisements
Leia também:  Sem interferir

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.