Foi aprovado na última sessão ordinária da Câmara Municipal, o projeto de autoria do vereador Thiago Silva (PMDB),  que obriga as escolas públicas a estimular a criação de grêmios estudantis no município.

“Atualmente, vivemos num processo de despolitização dos jovens, muitos se consideram apolíticos e até antipolíticos. Essa situação compromete a democracia brasileira. Um dos meios mais eficazes para promover a democracia é a existência de grêmios estudantis nos estabelecimentos de ensino, pois se trata de uma organização sem fins lucrativos que representa o interesse dos estudantes e que tem fins cívicos, culturais, educacionais, desportivos e sociais”, externou o parlamentar.

Ele explica que o grêmio é o órgão máximo de representação dos estudantes da escola onde o aluno defende seus direitos, aprende ética e cidadania na prática. Além disso, permite que os alunos discutam, criem e fortaleçam inúmeras possibilidades de ação tanto no próprio ambiente escolar como na comunidade. “O Grêmio é também um importante espaço de aprendizagem, cidadania, convivência, responsabilidade e de luta por direitos”, justifica o autor do projeto.

Leia também:  Câmara estuda junto ao Sanear nova tabela de cobrança

Após sancionado pelo prefeito Percival Muniz (PPS), vamos colocar uma equipe a disposição dos estudantes e escolas para auxiliar na formação dos grêmios estudantis , conclui Thiago Silva.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.