O secretário extraordinário da Copa do Mundo (Secopa), Maurício Guimarães, rebateu as críticas de que o interior esta esquecido em detrimento das obras da Copa do Mundo, em Cuiabá. Devido ao alto volume de investimentos na capital houve acréscimo nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e todas as 141 cidades de Mato Grosso tiveram aumento no volume.

Os repasses de Rondonópolis subiram R$ 3,6 milhões e Sinop R$ 1,6 milhões.

As transferências da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) aumentou de dois anos atrás para os dias atuais. Para efeito comparativo, em janeiro deste ano houve a transferência de R$ 8,6 milhões para Rondonópolis, no mesmo mês de 2013 o valor era de R$ 7,7 milhões e R$ 6,7 milhões em janeiro de 2012.

Leia também:  Carnaval ainda é problema para promotor de eventos e prestadores de serviço

Contudo, Maurício Guimarães não explicou se os valores a mais compensam os atrasos nas verbas de convênios e na área da saúde pública.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.