O paulista Viscardi Andrade resolveu respirar novos ares para incrementar seu jogo no MMA. Faixa-preta da academia do falecido Ryan Gracie, em São Paulo, o meio-médio também tem seu próprio centro de treinamentos na cidade, mas sairá da rotina por cerca de um mês. No dia 14 de maio, ele embarca para os EUA, onde fará treinos nas academias Black House, comandada pelos empresários Jorge “Joinha” Guimarães e Ed Soares, e Kings MMA, do treinador Rafael Cordeiro.

– Vou em busca de aprendizado, pois quero me testar sempre entre os melhores. Tenho excelentes treinos no Brasil e na minha equipe, mas sei que lá vou estar entre feras do wrestling e da trocação. No wrestling, vou colar no Kenny Johnson e sugar o máximo de técnica que puder, e na trocação farei o mesmo com o Rafael Cordeiro. Estive com eles no TUF Brasil 2 e foi ótimo. Quero evoluir nessas áreas, porque jiu-jítsu a gente tem o melhor do mundo no Brasil – disse ao Combate.com.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

Aos 30 anos, Viscardi vem de derrota para Nicholas Musoke por decisão unânime dos jurados no UFC realizado em Jaraguá do Sul-SC, em fevereiro. Ele não vê a hora de voltar a lutar:

– Ainda não tenho data para voltar ao octógono, mas, logo depois desse camp nos Estados Unidos, espero ter novidades. Talvez pinte algo para o meio do ano, início do segundo semestre. Vamos ver. Quero voltar logo para a área de vencedores dos meio-médios.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.