Enquanto os melhores tenistas do mundo disputam o terceiro Grand Slam do ano, em Wimbledon, o brasileiro Thomaz Bellucci, eliminado na primeira rodada do qualificatório para o Major, foi até a Alemanha para a disputa do Challenger de Marburg, que distribui U$ 35 mil, cerca de R$ 80 mil em prêmios. Na estreia, nesta segunda-feira, o número 97 do ranking mundial não teve a menor dificuldade para derrotar o venezuelano Ricardo Rodriguez-Pace por 2 sets a 0, parciais de 6/0 e 6/2, em pouco mais de uma hora de partida.

Jogando contra o número 297 do ranking mundial, Bellucci impôs seu jogo logo no início e não deu chances ao adversário no primeiro set, vencendo por 6/0 e perdendo apenas 14 pontos. O venezuelano teve apenas uma chance de quebra, salva pelo brasileiro no quarto game da parcial.

O segundo set foi um pouco mais complicado. Bellucci esteve à frente desde o começo, mas precisou salvar cinco break points para manter seus serviços. No fim, vitória por 6/2 e vaga nas oitavas de final da competição.

O saque foi um fator decisivo na vitória do brasileiro, que fez 11 aces contra nenhum de Ricardo, que ainda cometeu duas duplas faltas. Agora, o brasileiro enfrenta o vencedor da partida entre o chileno Hans Podlipnik-Castillo, número 211 do ranking mundial, e o suíço Henri Laaksonen, 260. A partida será realizada ainda nesta segunda-feira.

Outro brasileiro também começou bem a caminhada na competição. André Ghem, número 256 do ranking mundial, não precisou sequer terminar a partida contra o francês Vicent Millot. O gaúcho perdeu o primeiro set no tie break por 7-2, venceu o segundo por 6/4 e estava à frente na terceira parcial por 4 a 1, quando seu rival abandonou a partida.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.