As cidades de Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Várzea Grande emplacaram juntas 5.382 novos veículos no mês de maio. As vendas aumentaram 6% em relação ao mês anterior, quando 5.056 unidades foram comercializadas, segundo o balanço mensal da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Mato Grosso (Fenabrave-MT).

Na avaliação do presidente da Fenabrave-MT, Manoel Guedes, um dos fatores que pode ter ocasionado este aumento foi o desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). “A alíquota atual de 3%, tem prazo de vigência até o fim de junho e a partir de julho volta para7%. A preocupação é grande e as montadoras ainda estão com os pátios cheios”, explicou o presidente.

As alternativas para os concessionários é atrair os consumidores por meio de feirões, ações promocionais, além dos horários especiais de funcionamento das concessionárias, a exemplo do último domingo do mês, data certa de funcionamento da maioria das empresas.

O segmento de automóveis segue liderando com 2.238 emplacamentos e leve queda de 1%. Já as motos, registraram crescimento de 10%, com um total de 1.868 unidades emplacadas. Porém, foi à categoria de caminhões que surpreendeu, com alta de 123% em relação a abril.

Guedes explica que neste segmento é muito comum ocorrer emplacamentos de vendas realizadas no ano passado. Além disso, os financiamentos do BNDES são processos lentos, que quando aprovados, impactam nas vendas de caminhões.

“Sabemos de casos de concessionários que venderam e emplacaram ainda no ano passado, porém tiveram que desfazer a venda, e refazê-la neste ano, gerando assim um número maior de emplacamentos”, conta.

Em Cuiabá, foram realizados 2.693 emplacamentos no mês de maio. Já em Sorriso e Rondonópolis, o crescimento registrado foi de 15 e 14%.

“As duas cidades são polos de desenvolvimento e riqueza no Estado, graças ao agronegócio. Assim, é natural que em determinados períodos exista um crescimento acima da média”, destacou o presidente da Fenabrave-MT.

COPA DO MUNDO

A apenas dois dias dos jogos da Copa do Mundo, que serão realizados em 12 cidades-sede, inclusive em Cuiabá, os concessionários de Mato Grosso não esperam grande crescimento nas vendas de veículos durante este período. Em muitas concessionárias, o horário de funcionamento será reduzido, o que pode prejudicar o desempenho dos negócios, inclusive.

“Com certeza irá diminuir o fluxo de possíveis compradores nas concessionárias de automóveis, motos e comerciais leves. Quanto a caminhões e máquinas, não haverá tanto impacto”, finalizou Manoel Guedes.

DADOS DO PAÍS

No mês de maio, o Brasil emplacou 440.088 novos veículos, 1,2% a mais do que em abril, quando 434.615 unidades foram emplacadas. No acumulado do ano, o país segue negativo 4,3% em relação a 2013, com 2.106.648 veículos comercializados.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.