O Governo divulgou o edital de concorrência pública para concessão mais de três rodovias estaduais, das quais as entregas das propostas das empresas interessadas em fazer manutenção e expansão, estão programadas para 3 de julho, totalizando 229,3 quilômetros. As rodovias a serem privatizadas são a MT-246, do entroncamento com a BR-364 (Bauxi) ao entroncamento com a MT-343, que vai a Barra do Bugres, no Médio Norte); a MT-343, do entroncamento com a MT-246, em Barra do Bugres ao entroncamento com a MT-358 até Assari; e, a MT-358, do entroncamento com a MT-343, de Assari) ao entroncamento com a BR-364, em Campo Novo do Parecis.

No edital, governo apontou que a tarifa básica de pedágio teto corresponderá àquela utilizada nos estudos de viabilidade econômico-financeira, representando a tarifa relativa ao veículo: “categoria 1 – veículo de passeio ou utilitário com até uma tonelada e meia de peso”, no valor de R$ 6,80.

Leia também:  Indea abre inscrições para treinamento voltado a médicos veterinários autônomos

No início do mês, o Governo divulgou os primeiros avisos de concorrência pública para concessão de rodovias estaduais, marcado para 4 de julho. A primeira está na MT-010, num faixa de entroncamento com a BR-364 (Posto Zulli) ao entroncamento com a MT-249, em São José do Rio Claro, e com a MT-235/249, entre Campo Novo dos Parecis e Nova Mutum, chegando a 311,2 quilômetros. Outro compreende 91,40 quilômetros da MT-100, entre Alto Araguaia a Alto Taquari; e o último, mais 145 quilômetros da MT-130, entre Paranatinga e Primavera do Leste.

O Governo fez uma série de audiências debatendo a viabilidade dos projetos no Estado. A concessão rodoviária é uma medida buscada como alternativa à insuficiência de recursos para atender a demanda de recuperação, melhoria, manutenção e expansão dos 30 mil km de rodovias mato-grossense. Aproximadamente 6,2 mil km são pavimentados.

Leia também:  Em agosto, Barra do Garças realiza a 8ª Caravana da Transformação

No Nortão, o Governo já manifestou interesse em conceder 35 quilômetros da MT-140, entre Sinop e Santa Carmem; 140 quilômetros da MT-423, que União do Sul a Claudia e por conseguinte ao entroncamento com a BR-163 em Sinop; e 170 da MT-220, do entroncamento com a BR-163 em Sinop, ao entroncamento com MT-338, em Tabaporã e 69 quilômetros da MT-225, do entroncamento da divisa com Sorriso, na BR-163, passando por Vera até Feliz Natal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.