A canadense Alexis Davis vai tentar neste sábado quebrar a invencibilidade de Ronda Rousey e, apesar de ser apontada por especialistas em MMA como a adversária que pode levar mais perigo à campeã pelo seu expertise no jiu-jítsu, a lutadora é quem faz o maior papel do azarão no card do UFC 175. Isso porque leva desvantagem em todas as casas de apostas. Numa delas, Ronda tem “-1183” contra “+867” da desafiante, o que significa que, para ganhar US$ 100 (cerca de R$ 220) em caso de vitória da americana, é preciso um investimento de US$ 1.183 (cerca de R$ 2.600). Já em caso de vitória de Alexis, o apostador que investir US$ 100 na canadense receberá US$ 867 (cerca de R$ 1.900).

Davis, no entanto, não está nem um pouco preocupada com a preferência do público, conforme disse durante o “media day” que aconteceu na quinta-feira no Mandalay Bay Events Center, sede do duelo deste sábado:

– Eu consigo entender porque eu não sou a favorita. Ronda não é só a campeã, ela tem defendido o título com êxito e consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo, faz filmes, atrai mais atenção para o MMA feminino e para o UFC e isso é importante. Mas não ligo. Quando eu conquistar o título, no sábado, ninguém vai me me dar o posto do azarão novamente. Na prática é menos pressão sobre mim, e estou tranquila com isso.

Com um cartel de 16 vitórias e cinco derrotas no MMA, a lutadora vem de cinco triunfos seguidos na carreira, sendo três no UFC, e mal pode esperar para colocar as mãos no título da divisão peso-galo feminino do Ultimate. Alexis, inclusive, tem sonhado todos os dias com o momento de glória e ressalta as suas qualidades e as da adversária:

– Desde que aceitei essa luta, visualizo todo dia um milhão de formas diferentes de vencê-la. Acho que essa luta ou vai acabar no primeiro round ou vai para a decisão, pois nós duas lutamos para frente e gostamos de pressionar, então acho que vai ser uma luta dura. Também não acho que ela já enfrentou uma oponente que tem a experiência que tenho em jiu-jítsu, apesar de todo mundo saber que ela é muito boa no que faz. Ronda tem um jogo de finalização excelente, não é jiu-jítsu puro, mas é um jogo de chão muito forte. Eu acho que vou ser capaz de ver coisas diferentes que as outras adversárias não conseguiram ver lá dentro do octógono. Ela tem muita chance de me quedar, por isso tenho que capitalizar nessa luta para que possa tirar o melhor proveito de qualquer situação. Trabalhei muito a posição das pernas e pés e diferentes ângulos nesse camp porque sei que ela vai procurar. Ronda é a campeã, é a melhor porque tem o cinturão, é a número um e é isso que eu quero para mim. É esse posto que eu tento alcançar mais do que tudo – finalizou.

O Combate transmite o UFC 175 ao vivo com exclusividade no sábado, a partir de 19h30 (horário de Brasília). O Combate.com acompanha em Tempo Real no mesmo horário e transmite a primeira luta do card preliminar, entre Kevin Casey e Bubba Bush, em vídeo ao vivo. Na sexta-feira, canal e site exibem a pesagem oficial do evento ao vivo a partir de 20h.

UFC 175

5 de julho de 2014, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL

Peso-médio: Chris Weidman x Lyoto Machida
Peso-galo: Ronda Rousey x Alexis Davis
Peso-pesado: Stefan Struve x Matt Mitrione
Peso-médio: Uriah Hall x Thiago Marreta
Peso-galo: Russell Doane x Marcus Brimage

CARD PRELIMINAR

Peso-galo: Urijah Faber x Alex Caceres
Peso-meio-médio: Ildemar Marajó x Kenny Robertson
Peso-médio: Chris Camozzi x Bruno Carioca
Peso-galo: Rob Font x George Roop
Peso-médio: Luke Zachrich x Guilherme Bomba
Peso-médio: Kevin Casey x Bubba Bush

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.