Dando continuidade ao plano de expansão no quadro de pessoal, a América Latina Logística (ALL), maior empresa logística de base ferroviária do país, abriu mais quatro vagas para operador de produção no terminal ferroviário de Rondonópolis (MT).

Das vagas, três são para técnico de operações em mecânica de vagões e uma para mecânica de locomotivas. Estes profissionais são responsáveis pelas manutenções corretivas e preventivas das respectivas áreas. Para participar da seleção, é necessário que o candidato tenha ensino médio completo e conhecimento em mecânica básica e elétrica.Os interessados devem enviar currículo para [email protected].

A empresa oferece salário compatível com o mercado, vale alimentação, transporte, seguro de vida, plano médico e odontológico, além de Participação nos Lucros e Resultado (PLR).

Leia também:  Começa nesta sexta a 2ª etapa de pagamento do PIS-Pasep a idosos

Inaugurado em agosto de 2013, o terminal da ALL em Rondonópolis já gerou mais de 500 empregos diretos só este ano. A instalação de outras grandes empresas no Complexo Intermodal de Rondonópolis (CIR), prevista para os próximos anos, deve ampliar essas oportunidades, gerando em torno de três mil vagas ao longo do tempo.

Sobre a ALL: 

A ALL – América Latina Logística S.A. é a maior empresa independente de logística da América Latina. Criada em 1997 com a concessão da Rede Ferroviária Federal (RFFSA) para atuar na malha sul do país, a companhia vem ampliando sua atuação em um histórico de expansão e aquisições no setor de logística brasileiro. Hoje, oferece uma grande variedade de serviços por meio de quatro negócios principais: ALL Operações Ferroviárias, composta por quatro concessões ferroviárias no Brasil, totalizando 12,9 mil km de ferrovias; Brado Logística, subsidiária que presta serviços de logística intermodal de contêineres; Ritmo Logística, empresa voltada para o negócio rodoviário; e a Vetria Mineração, empresa que apresenta solução logística mina-ferrovia-porto para o minério de ferro entre Corumbá e Santos.

Leia também:  Concessionária estima investimentos de R$ 292 bi para melhorar malha rodoviária
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.