A produção de algodão em Mato Grosso traz motivos para comemorar. As 34,5 mil amostras de algodão já enviadas a laboratório demonstraram bons resultados. As informações são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

De acordo com a pesquisa a média de comprimento da fibra mato-grossense está em 29,02 mm, quando o mínimo exigido para exportação gira em torno de 28,5 mm.

O que também agrada o senário e pode trazer bons resultados para o estado são os problemas nos testes HVI, e o índice de reprovação das cargas baianas que já está acima do normal para esta época da safra. Com isso, de acordo com analises dos economistas do instituto, existe a possibilidade de que compradores recorram ao algodão mato-grossense, o que pode se tornar uma oportunidade de escoamento da produção e de fortalecimento de preços, nesta que é a terceira maior safra de algodão de Mato Grosso.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (25/09/17) em Rondonópolis

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.