O percentual de devoluções de cheques pela segunda vez por insuficiência de fundos foi de 2,09% no primeiro semestre deste ano, é o que revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. No mesmo período do ano passado, esse percentual foi de 2,08%.

Considerando apenas o mês de junho de 2014, o percentual de devolução de cheques sem fundos foi de 1,92%, menor que a devolução de 2,17% registrada em maio/14, bem como a devolução de 1,94% ocorrida em junho de 2013.

Segundo os economistas da Serasa Experian, a alta da inadimplência com cheques no primeiro semestre de 2014, ainda que pequena, é fruto da deterioração das condições macroeconômicas, notadamente a inflação em patamar elevado, os juros em níveis mais altos que os vigentes durante o mesmo período do ano passado e o baixo dinamismo da atividade econômica. Por sua vez, a redução da inadimplência com cheques em junho/14 com relação a maio/14 é reflexo da sazonalidade, pois, em decorrência do Dia das Mães, costuma-se ter uma inadimplência com cheques mais alta em maio.

Leia também:  Comércio deve atrair os clientes para a compra dos presentes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.