O candidato ao Governo pela coligação “Coragem e Atitude Pra Mudar”, senador Pedro Taques (PDT), se apressou em frear os possíveis ataques que podem vir dos adversários durante o período eleitoral e apresentou diretamente ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o desembargador Juvenal Pereira da Silva um ‘pacto’. Afinal Taques precisa manter a sua imagem intacta para que consiga levar o discurso moralista que carrega desde o início de sua carreira política.

A ideia do senador é propor um acordo entre os adversários para que seja realizada uma campanha limpa e propositiva, sem ataques pessoais aos adversários. Só que o jornalista José Marcondes, o Muvuca (PHS), um dos adversários e desafeto declarado de Taques, afirmou que não fará acordo com Pedro Taques “nem para ir para o céu”.

Leia também:  Agnelo pode assumir presidência de PPS em Rondonópolis

Muvuca se negou a participar do ‘pacto’ e promete que vai “mostrar para a população quem é o senador Pedro Taques”. Apesar dessas alegações, o candidato pelo PHS diz que fará campanha embasada em propostas.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.