Diretor do Impro Josemar Ramiro - Foto: assessoria
Diretor executivo do Impro Josemar Ramiro – Foto: assessoria

Na Sessão Ordinária do Tribunal de Contas do dia 09 de Julho, as Contas Anuais de Gestão de 2013 do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis (IMPRO) foram aprovadas sem ressalvas por unanimidade pelos conselheiros.

Relatadas pela Conselheira Substituta Jaqueline Jacobsen, elas foram julgadas regulares. O relatório técnico preliminar da Secretaria de Controle Externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE/MT) apontou uma regularidade e notificou os gestores do IMPRO, para apresentarem as devidas justificativas que após análise a SECEX/TCE concluiu pelo afastamento de qualquer tipo irregularidade.

O Ministério Público de Contas através de parecer nº 1.843/2014, subscrito pelo procurador Dr. Alisson Carvalho de Alencar também opinou no sentido de julgar regulares as referidas contas. A Conselheira relatora concordou com a equipe técnica e acolheu o citado no parecer ministerial propondo o voto no sentido de julgar regulares as contas, os demais Conselheiros acompanharam o voto da Relatora aprovando as Contas consolidado no Acórdão 035/2014/TCE/MT.

Leia também:  Prefeitura discute criação do novo Plano Diretor de Rondonópolis

No parecer supra mencionado mo Ministério Público, foi feito uma análise concisa das contas já julgadas do biênio anterior (exercício de 2011 e 2012) que concluiu pelo entendimento de que foi “demonstrada a evolução gerencial da gestão do órgão no decorrer dos anos (biênio 2011/2012 e Exercício de 2013).”

Para o diretor executivo do IMPRO, Josemar Ramiro e Silva, “a aprovação das contas anuais do Instituto, evidenciando a aprimoramento das políticas públicas de gestão, vem avalizar o modelo de gestão adotado que tem como premissa garantir a solides do Regime Próprio de Previdência Social do Município de Rondonópolis/MT”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.