Quem se acostumou a ter o ala Dedé como um dos principais cestinhas do São José Basquete, provavelmente percebeu que as bolas arremessadas pelo atleta caíram com menos frequência na última temporada. No NBB 6, por exemplo, anotou em média 10,1 pontos por partida. O número é menor dos que obteve nas duas edições anteriores do nacional, quando fez, em média, 14,3 pontos por jogo.
A queda de rendimento foi sentida também pelo jogador. De volta aos treinos do São José para a temporada 2014/2015, Dedé planeja resgatar as marcas que atingiu no passado.

– Tive uma temporada um pouco complicada, até por causa da minha cirurgia. Foi bastante difícil voltar. Tive algumas dores no começo, certa insegurança… Isso é até normal. Para mim, não foi uma temporada muito boa em termos de números e rendimento dentro de quadra. Quem me conhece, sabe que fui bem abaixo. Já estou há dois anos fora da seleção brasileira. Tenho em minha cabeça que quero voltar, figurar entre os melhores do Brasil. Tenho plena certeza que tenho condições disso. Garanto que vou fazer uma temporada muito melhor das que já fiz em São José. A melhor de todos os tempos – afirmou.

Leia também:  Torneio de tênis começa nesta quarta em Cuiabá

Nesta temporada, Dedé terá como concorrente de posição o ala Betinho, recém-contratado pela equipe. O camisa 8 joseense minimiza a disputa pela titularidade com o companheiro, ex-Minas. Prefere destacar os benefícios da chegada do contratado, com quem jogou junto no Paulistano.

– É um cara bastante competitivo. Um moleque que tem muito para agregar para equipe. Conheço ele como jogador e pessoa. Tenho certeza que vai fazer um bom trabalho e nos ajudar nos campeonatos que vamos disputar. Concorrência é normal dentro de qualquer modalidade. Vai acontecer durante os treinamentos. Isso me condiciona a treinar mais, a estar mais focado todos os dias. É um grande jogador. Espero que ele venha para brigar por posição, porque ninguém pode se acomodar. Todos precisam sempre querer – destacou o ala.

Leia também:  Atletas de Rondonópolis se destacam em competição nacional

ATLETA MAIS ANTIGO

Dedé, Jefferson e Fúlvio ficaram marcados nos últimos anos não apenas pelo bom entrosamento dentro de quadra, como também fora dela. Juntos, conquistaram o Campeonato Paulista de 2012 e o vice-campeonato do NBB 4. Agora, para a temporada 2014/2015, o trio se desfez. O armador Fúlvio acertou transferência para Brasília, enquanto o ala-pivô Jefferson assinou com Bauru.

Dedé, que agora passa a ser o atleta mais antigo do elenco joseense, torce pelo sucesso dos companheiros.

– Além de grandes jogadores dentro de quadra, são grandes amigos particulares. São pessoas de caráter. Acho que até por isso a torcida se identificou bastante com eles. A vida continua. Eles tiveram a proposta de sair e foram para outras equipes. Torço muito por eles. Espero que sejam felizes. Dentro de quadra, eu tenho que defender o meu e eles têm que defender o deles. Mas a minha amizade vai continuar para sempre.

Leia também:  União precisa vencer para ficar com título do sub-19

As saídas de Fúlvio e Jefferson do São José estão relacionadas à redução de 25% no orçamento da equipe para esta temporada. Com menos dinheiro para gastar, a diretoria joseense precisou readequar salários.

– Eles fizeram um remanejamento na folha salarial. Eu não sei como é que foi a conversa com os outros, mas da minha parte foi apenas um acerto de contrato. Conseguimos chegar a um acordo bom para mim. Para mim, foi satisfatório continuar aqui e estou muito feliz por ficar.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.