Pela manhã, funcionários da Coder já estavam varrendo as ruas da cidade - Foto: Wlly Garcês / AGORA MT
Pela manhã, funcionários da Coder já estavam varrendo as ruas da cidade – Foto: Wlly Garcês / AGORA MT

A Defesa Civil Municipal considerou a ventania da noite de ontem (22), como a pior da história de Rondonópolis. De acordo com o coordenador da pasta, Erimar Bezerra foram mais de 50 pontos destruídos de alguma maneira com o vento forte.

O coordenador destacou que apesar da gravidade não houve vítimas fatais, mas que os trabalhos de avaliação de locais vararam a noite.

“Já houve várias chuvas que deixaram a cidade em péssimas condições, mas nunca houve um vendaval da proporção como esse, sem dúvidas é o maior até hoje”, comentou.

Erimar também relembrou alguns episódios passados e ressaltou que esse tipo de ventania tem sido frequente no município nos últimos tempos.

Leia também:  Dia de Finados movimenta comércio de flores em cemitério de Rondonópolis

“Ainda em 2014 tivemos o telhado da quadra do Sesc que foi arrancado. Há alguns anos a cobertura do Estádio Luthero Lopes também ruiu e ainda me lembro, do circo que caiu em cima do público, onde na ocasião houve óbitos”, acrescentou Erimar.

A Defesa Civil orienta que quem não se sentir seguro em casa, pode acionar a pasta ou o Corpo de Bombeiros, para que seja feito uma avaliação no local. Pelo telefone 66 9655-8484 ou 193.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.