A juíza eleitoral Ana Cristina Silva Mendes atendeu a representação proposta pela coligação “Amor a Nossa Gente”, do candidato Ludio Cabral (PT) e determinou a busca e apreensão na sede do comitê da coligação “Coragem e Atitude para Mudar”, do candidato Pedro Taques (PDT), no bairro Santa Rosa, e na sede do jornal Diário de Cuiabá. O diretor de jornalismo do periódico, Gustavo Oliveira, é um dos coordenadores da campanha de Taques.

Esta foi uma das três representações eleitorais propostas na tarde de domingo contra a pesquisa eleitoral do instituto Vox, que circulou na edição de sábado (19) do Diário de Cuiabá.  Todos os sites que reproduziram a pesquisa da Vox Populi também terão que retirá-las do ar.

Leia também:  Thiago Silva entrega certificados para formandos da FUG na Vila Operária

A magistrada atendeu aos argumentos de que o material não respeitou critérios de escolaridade, sexo, classe social e a distribuição do eleitorado pelo estado.

“Da análise da documentação apresentada, verifica-se que a pesquisa divulgada no Jornal Diário de Cuiabá deixa de contemplar os requisitos exigidos pela legislação de regência, especificamente o nível de confiança, além da respectiva margem de erro, que, embora mencionada na capa daquele Diário, deixa de sê-lo na página em que efetivamente se divulga a pesquisa, o que por certo dificulta a interpretação de seus dados por parte do eleitorado”, disse a juíza no despacho.

A coligação de Taques tem 48 horas para apresentar a defesa.

O advogado Paulo Taques, da coligação “Coragem e Atitude para Mudar”, disse a reportagem de A Gazeta que vai retirar o material, conforme a decisão judicial. “se houve equívoco no material será retirado de circulação, vamos fazer dentro da legalidade. Ainda não vi a decisão, mas se houve problema, vamos acatar a ordem judicial”.

Leia também:  João Moto Táxi é o vereador com maior número de indicações de projetos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.