Foto: assessoria
Foto: assessoria

O candidato Lúdio Cabral (PT) afirma que o próximo governador deve ter como prioridades a infraestrutura, logística, políticas sociais, preservação ambiental e desenvolvimento governamental. Por isso, esses são os pilares do plano de governo da “Coligação Amor a Nossa Gente”, formada também com PR, PMDB, Pros e PC do B.

A infraestrutura e logística devem ser promovidas com planejamento estratégico de curto, médio e longo prazo, inclusive para permitir maior arrecadação para investir nas políticas sociais. Isso pode ser alcançado, por exemplo, com a pavimentação de rodovias como a MT-242, ligando o Nordeste ao Norte até a BR-163, que deve, segundo Lúdio, ser duplicada, além de construída a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste e criados novos eixos rodoviários de desenvolvimento de Mato Grosso.

Leia também:  João Moto Táxi é o vereador com maior número de indicações de projetos

Esses eixos podem ser viabilizados com boa qualidade da BR-174 para integrar toda a região Noroeste, além de outros dois eixos: um entre as rodovias federais 158 e 163 (Leste e Norte), usando como referências as MTs 130 e 140, e outro entre as BRs 163 e 174 (Norte e Noroeste), pavimentando o trecho que tem como referência a MT 160.

Lúdio também defende a pavimentação da MT-242 para chegar até Rondônia e a MT-080, saindo de Confresa para atravessar o Parque Nacional do Xingu, passar por Matupá em direção a Rondônia e interligar o Noroeste.

“Daí a necessidade da gente manter a sintonia com o Governo Federal, pois precisamos nos preocupar com o grande desenvolvimento econômico sem perder o foco no local para garantir o desenvolvimento social”, afirma Lúdio. “Essa deve ser uma marca do próximo governo: governar para todos, mas olhar para as particularidades de cada município, localidade e região para integrá-los ao desenvolvimento”, completa Lúdio, que nesse domingo (13) esteve nas feiras dos bairros CPA II e Pedra 90 para conversar diretamente com a população e debater o futuro de Mato Grosso. Ele estava acompanhado pela candidata a vice-governadora Teté Bezerra (PMDB), o secretário de Estado de Esportes, Ananias Filho (PR), e o deputado federal Valtenir Pereira (Pros).

Leia também:  Projeto do novo IPTU é protocolado e prefeito pede apoio aos vereadores

Já o desenvolvimento governamental deve levar em consideração a interação dos órgãos do Estado e o controle social. “A sociedade civil precisa ser atuante e independente e, considerando as históricas investidas que objetivaram o desmonte da sociedade civil, na atual conjuntura cabe ao Estado promover o fortalecimento desse setor”, completa Lúdio.

A preservação ambiental deve ser feita com base na conservação dos biomas, projetos de educação para promover a sustentabilidade tendo como elementos essenciais o fortalecimento das instituições ligadas ao setor e a participação social.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.