Uma nova pesquisa realizada em Mato Grosso pelo instituto Mark divulgada hoje (31) mostra que a diferença entre o 1º e 2º lugar na disputa pela majoritária é de apenas seis pontos de diferença. Pedro Taques (PDT) vêm caindo e somente nos últimos 20 dias já perdeu quatro pontos na intenção de votos.

Taques estava com 33,1% e agora aparece com 28,8%. Lúdio Cabral (PT) está na 2ª colocação e de 21,2% subiu para 22% nas intenções de voto. Em 3º aparece o deputado José Riva (PSD), que apesar de ter a maior rejeição, subiu de 14,3% para 16,2%.

O candidato do PSOL José Roberto aparece na pesquisa com 1,9% das intenções e Marcondes Muvuca (PHS) com 0,4%. Dos entrevistado 28,9% não souberam ou não informaram.

Leia também:  Site prevê possibilidade de advogada assumir cadeira na Câmara de Cuiabá

Para o Senado, foi realizada a pesquisa espontânea onde o deputado federal Wellington Fagundes (PR) aparece na liderança com 8,5% das intenções. Mesmo já tendo renunciado a disputa pelo cargo Jayme Campos (DEM) ainda aparece com 1,8% e o pecuarista Rui Prado, candidato pelo PSD, conta com 1,7%. Não souberam 84,7%. O agora candidato pelo PSDB Rogério Salles ainda não tinha entrado na disputa durante a pesquisa.

Foram ouvidos 1.193 eleitores em 71 municípios entre os dias 25 e 29 de julho. A pesquisa está registrada no TRE, sob o protocolo MT-00041/2014 com margem de erro de 3% para mais ou para menos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.