Representantes dos moradores que invadiram o residencial André Maggi, em Rondonópolis, há cerca de três meses, estão em Brasília para discutir a possibilidade de serem assentados definitivamente na casas. A reunião que acontece na tarde de hoje (24), foi marcada depois que os manifestantes trancaram há cerca de duas semanas a BR-364, principal via de acesso do estado em várias regiões do país.

Conforme uma das líderes do grupo, a moradora Marcia Mayca, as reivindicações são direcionadas ao fato de eles permanecerem nas residências. “Não queremos de graça, queremos pagar”, falou.

Marcia ainda argumenta que durante o bloqueio da rodovia, ela foi recebida por representantes da caixa, mas que eles prefeririam remarcar e oficializar o encontro.

Leia também:  '1° Arraiá da Unic' acontece em Prol de instituições carentes em Rondonópolis

“A 1ª reunião que tivemos foi muito proveitosa. Falei com os que realmente mandão na Caixa Econômica Federal. Mostrei toda a nossa realidade através de vídeos e documentos, por isso, as expectativas em torno das discussões são positivas”, finalizou.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.