Quase seis anos atrás, Ronaldo Jacaré e Gegard Mousasi se enfrentaram pelo cinturão peso-médio do Dream, no Japão. Na ocasião, o armênio nocauteou o brasileiro com uma pedalada aos 2m15s do primeiro round. O que ficou para ambos, além do resultado no cartel, foi uma ótima relação criada a partir do momento em que Jacaré ajudou o oponente a perder peso. Desde então eles sempre brincam um com o outro quando estão em contato e já declararam que não gostariam de se encarar novamente. Mas não teve jeito, e essa amizade terá de ser “congelada” quando voltarem a ficar frente a frente no dia 5 de setembro, na luta principal do UFC em Foxwoods, nos Estados Unidos. Afinal, existe um interesse em comum: chegar à disputa de cinturão até 84kg.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP

– A gente se fala, mas não cheguei a fazer contato com ele ainda. Tenho certeza de que não vai ter tanta brincadeira assim, porque a gente vai estar em rota de colisão. Nós vamos ficar calados, mas depois da luta a gente toma uma água – brincou Jacaré, em entrevista ao Combate.com.

Ronaldo Jacaré é atualmente o quarto colocado do ranking peso-médio do UFC, enquanto Gegard Mousasi é o sétimo. Pode ser que o vencedor desse duelo chegue diretamente à disputa de cinturão contra quem sair de Chris Weidman x Vitor Belfort, que ocorre em 6 de dezembro. Ou, na pior das hipóteses para o vitorioso, ficará a apenas mais um triunfo da disputa pelo título.

Leia também:  MT fatura ouro e prata na luta olímpica dos Jogos Escolares

– A gente está entre os tops da divisão, na reta do cinturão. É uma luta que os fãs querem ver. Eu e Mousasi somos profissionais. A gente realmente não queria fazer essa luta, mas aconteceu. Infelizmente a divisão está se afunilando, e essa luta vai decidir quem vai subir um degrau e quem vai descer um degrau. Eu subirei um degrau (risos) – disse o capixaba.

O peso-médio da XGym fez uma comparação do Mousasi atual com o lutador que enfrentou em 2008. Para ele, o armênio está bem melhor agora, em todos os quesitos:

– A vida é feita de evolução. Ele é um atleta e tem evoluído bastante. Reparei que ele melhorou o wrestling, o jiu-jítsu está mais afiado, e até mesmo a trocação está mais refinada. Está bem diferente como atleta. Ele era calmo, agora está bem mais calmo (risos). É a característica dele.

Leia também:  Copa de 94 volta à tona com histórias de Romário e loira de Rondonópolis

Ajuda de Anderson Silva

Jacaré também exaltou a ajuda que tem recebido de Anderson Silva nos treinos. O ex-campeão da categoria, que deve voltar a lutar no começo de 2015, passou dicas para o companheiro.

– Ele pôde me ajudar bastante. É um atleta tecnicamente fenomenal. Está ficando mais forte a cada dia que passa. Está até impressionando a gente com a evolução física dele. Não tenho dúvida de que vai voltar 100% – afirmou Jacaré.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.