O senador Pedro Taques, candidato ao governo pela coligação ‘Coragem e atitude pra mudar’ (PDT, PP, DEM, PSDB, PSB, PPS, PV, PTB, PSDC, PSC, PRP, PSL e PRB) afirmou que suas colocações em relação a distribuição do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) foram manipuladas e interpretadas de modo a prejudicá-lo. Ele negou que seja contrário a divisão e que irá respeitar a lei caso seja eleito.

O senador afirmou que apenas questiona as condições dos municípios de aplicar individualmente os recursos. As respostas foram dadas após o candidato ser criticado por alguns prefeitos e vereadores que reprovam a atitude do parlamentar.

Esta aprovação de divisão do Fundo foi votada na Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Silval Barbosa (PMDB) e está prevista para começar em janeiro de 2015.

Leia também:  Grampos ilegais levam Paulo Taques para a cadeia

 

Matéria Relacionada

Entrevista: ‘Mato Grosso é um Estado atrapalhador’

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.