Waldir Teis abrindo o fórum do TCE em Rondonópolis - Varlei Cordova / AGORA MT
Waldir Teis abrindo o fórum do TCE em Rondonópolis – Varlei Cordova / AGORA MT

Servidores públicos da região sul, participam durante esta quinta-feira (31) e sexta-feira (01) em Rondonópolis, do programa Gestão Eficaz, realizado pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT). O evento que conta com cerca de 300 agentes públicos inscritos, será realizado ainda em mais cinco cidades pólos do Estado.

De acordo com o presidente do TCE, conselheiro Waldir Teis, o clico terá uma palestra de abertura, com tema: “Ouvindo o Cidadão: Transparência e Controle Social” e cursos de orientações.

“Hoje a intenção do TCE-MT é disseminar o conhecimento, orientar o servidores sobre todos os assuntos antes de fiscalizar e multar. Acontece de o gestor ter boas intenções, mas não apresentar capacitação operacional e esta é uma boa oportunidade”, declara.

Leia também:  Projeto Ciranda | Clarinetista se apresenta em concerto duo em Rondonópolis
O evento contou com a participação de vários servidores de cidades vizinhas - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
O evento contou com a participação de vários servidores de cidades vizinhas – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Ainda segundo Teis, hoje o TCE presa mais para em avaliar no que foi gasto, se realmente a população tinha necessidade do investimento, seja pelo valor gasto ou pela utilização do objeto, do que, avaliar se os tramiteis fiscais estão coerentes.

“A evolução é necessária. Antes a preocupação dos municípios era guardar as informações, cenário diferente de hoje, que é divulgar tudo, ser transparentes, saber o que é do erário e quanto custar dar manutenção a ele”, esclareceu o presidente.

Apesar de muitos municípios ainda não terem portal ou a página de transparência ainda não atenda a todos o requisitos, Teis argumentou que nenhuma cidade foi multada, haja vista que o Estado ainda não tem suporte técnico ara oferecer.

Leia também:  Coder promove novo visual à região da Lions Internacional

O conselheiro Antônio Joaquim, palestrante do tema sobre a transparência atenuou que a finalidade do portal não é intrometer no que será investido, mas sim fiscalizar.

O conselheiro Antônio Joaquim, palestrante do tema sobre a transparência atenuou que a finalidade do portal não é intrometer no que será investido, mas sim fiscalizar - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
O conselheiro Antônio Joaquim, palestrante do tema sobre a transparência atenuou que a finalidade do portal não é intrometer no que será investido, mas sim fiscalizar – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.