Wanderlei Silva não demorou para responder ao desafio feito por Luke Barnatt nesta quinta-feira. O inglês disse que quer enfrentar o Cachorro Louco, já que esse era o principal objetivo de Chael Sonnen, que é seu amigo e foi seu treinador no TUF 17. Ao ler a matéria do Combate.com, o brasileiro postou em sua página no Facebook perguntando “quem é esse magrelo?” e, pouco depois, atendeu a reportagem por telefone para comentar as declarações do lutador e disse que isso “cheira a dinheiro fácil”. Entretanto, ele ressaltou que suas metas continuam sendo enfrentar Vitor Belfort e o próprio Sonnen. O atleta ainda citou Luke Rockhold, mas declarou não ter muita vontade de fazer este duelo.

– O Sonnen e o Belfort são as duas lutas que eu quero muito e elas vão ter que acontecer. Quando o Sonnen estiver melhor para lutar, ela pode acontecer sim. Mas tem outros caras aparecendo, tem aquele que o Belfort ganhou, o Luke Rockhold. Eu nem estava pensando nele, mas falaram o nome dele para mim e falei que pode ser. Só conheço ele porque perdeu para o Belfort. Nem tenho tanta vontade de lutar com ele. Já esse outro magrelo (Barnatt) está me cheirando a dinheiro fácil. Mas as lutas que quero mesmo são Belfort e Sonnen – afirmou.

Leia também:  Diretoria do União decide manter 15 jogadores que disputaram a Série D

Wanderlei ainda garantiu que aceitaria enfrentar Barnatt se lhe oferecessem o combate para “ensinar boas maneiras” e que bateria no inglês de olhos fechados.

– Nem sei quem o cara é. Olhei a foto e falei: “Não acredito, esse magrelo?”. Eu toparia dar uma surra nele. Bater em um folgado desses é dinheiro fácil. Aceitaria sim lutar com ele. É dinheiro na poupança. Eu bateria nele de olhos fechados. Se ele quer enfrentar alguém de nome, dou essa oportunidade para ele perfeitamente. Se for interessante para o publico, luto com o maior prazer. Tem que dar chance para os mais novos para a gente ensinar boas maneiras a esses folgados – disparou.

Leia também:  Mixto, Dom Bosco e Cacerense viram adversários diretos do União na Copa Federação

O Cachorro Louco também comentou sua situação com a Comissão Atlética de Nevada (NSAC), após não ter feito um exame antidoping surpresa e ter explicado em uma audiência que tinha tomado um diurético que poderia ser pego no teste. O lutador disse que está pronto para lutar assim que for chamado e não acredita que vá receber suspensão, já que não estava sob licença e, quando for necessário, estará disponível para a realização de novos exames.

– Eu estou para voltar. A hora que me chamarem eu estou pronto. De minha parte está tudo certo, estou pronto para o proximo combate. Faço o teste e vou lutar normalmente. Eu não estava sob licença, então acho que não (existe risco de receber suspensão da NSAC) – concluiu.

Leia também:  Atletas sub 16 de Rondonópolis participam de competição em Cuiabá

Luke Barnatt tem 26 anos e nove lutas na carreira, tendo vencido oito oponentes. Seu único revés foi o do último combate. Pelo Ultimate, ele enfrentou quatro adversários, além de ter participado do TUF 17, sendo a primeira escolha de Chael Sonnen no reality show. Wanderlei Silva, por sua vez, tem 38 anos e um extenso cartel de 35 vitórias, 12 derrotas, um empate e um “No Contest” (luta sem resultado).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.