O vice-prefeito de Rondonópolis e candidato ao Senado, Rogério Salles (PSDB), afirmou em entrevista na manhã desta segunda-feira (18) que o atual cenário político precisa de uma reforma e que é necessário diminuir os custos de campanha.

Ele disse inclusive que certa vez confrontou um aliado “Sou candidato a deputado e não a ladrão, se tiver que gastar milhões em uma campanha eu desisto” afirmou.

Porém Salles é candidato pela coligação de Pedro Taques (PDT), e inclusive está fazendo campanha junto com o atual senador. Taques é o segundo candidato a majoritária que mais deve gastar, ele declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) um limite de gasto de R$34 milhões, perdendo apenas para o atual deputado José Geraldo Riva (PSD) que declarou como limite R$35 milhões.

Leia também:  DEM pode ser destino de Sachetti e Garcia

Em questão de arrecadação de fundos para a campanha, o senador está liderando. Conforme a 1ª parcial da prestação de contas o parlamentar já arrecadou R$2,5 milhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.