As taxas de juros cobradas das pessoas físicas voltaram a subir em julho e atingiram novo recorde histórico. De acordo com dados do Banco Central (BC), a taxa média nas operações com recursos livres foi de 43,2% ao ano, vindo de 43% em junho. O percentual é o maior desde março de 2011, início da série histórica da autoridade monetária.

Para as empresas, o juro das operações com recursos livres saiu de 22,6% para 23,1% ao ano. O juro médio total com recursos livres avançou de 32% ao ano em junho para 32,3%.

Olhando o agregado do sistema (crédito livre mais crédito direcionado), a taxa média subiu de 21,1% para 21,4% ao ano.

Leia também:  Venda de veículos sobe mais de 20% em setembro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.