Projetos encaminhados pela Prefeitura na semana passada tiveram o regime de urgência derrubado pelos vereadores e não foram apreciados. Eles foram encaminhados novamente à Câmara Municipal com pedido de sessão extraordinária que foi marcada para a manhã de hoje (25).

Os vereadores aprovaram por 15 votos favoráveis o projeto de lei nº 198/2014, autorizando o Poder Executivo a realizar abertura de crédito até o montante de R$ 5.082.400,00. Esses recursos irão para: a Secretaria de Finanças R$ 550.000,00 (manutenção da secretaria), Educação R$ 177.400,00 (destinados ao Programa Nacional de Alimentação), Infraestrutura e Urbanismo R$ 4.355.000,00 (para a Conservação, Adaptação e limpeza de galerias de águas pluviais, limpeza de vias públicas, conservação e reforma de estradas vicinais, conservação e manutenção de vias pavimentadas e conservação e manutenção de vias não pavimentadas).

Leia também:  Thiago Muniz fecha o ano com ações importantes em obras estruturais e UTI Pediátrica

Também foi aprovado o projeto de lei nº 204/2014, na qual o Poder Executivo fica autorizado a realizar abertura de crédito especial até o montante de R$ 24.000,00, para o Fundo Municipal de Assistência Social (Política do trabalho, emprego e renda), e o projeto de nº 209/2014 na qual o Poder Executivo fica autorizado a confessar, assumir e parcelar os débitos do PASEP da Prefeitura Municipal, junto a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e a Receita Federal.

Por último, os parlamentares aprovaram moção de aplausos, de autoria de todos os vereadores, ao Pároco da paróquia São José Operário, padre Lothar Bauchirowitz, parabenizando-o pelos 50 anos da primeira missa realizada por ele em Rondonópolis, e pela contribuição ao estado de Mato Grosso pela dedicação ao trabalho em prol dos mais necessitados.

Leia também:  Adonias quer construção de rede de esgoto em bairros da região Salmen

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.