Mais do que embelezar, eles protegem os olhos contra poeira, areia, insetos e objetos estranhos, em parceria com as sobrancelhas, que oferecem o primeiro anteparo, informa o oftalmologista Alfredo Tranjan, do Centro Oftalmológico Tranjan, em São Paulo.

Quem perde os cílios ao fazer quimioterapia ou por alguma doença rara precisa usar óculos escuros ao andar na rua para compensar a falta dessa proteção.

Quando caem, eles voltam a nascer? Sim, geralmente a queda é normal. Os cílios se renovam a cada três meses. Mas não crescem tanto como o cabelo. Eles se desenvolvem até certo tamanho e param.

O aparecimento de falhas pode ser o indício de inflamação nas pálpebras ou doenças como o hipotiroidismo.

O que fazer quando o cílio cai dentro do olho?

Abaixe a pálpebra inferior, encoste um cotonete no local e delicadamente puxe o cílio para a lateral externa do olho, ensina o oftalmologista. Se ficar na pálpebra superior, pingue colírio ou soro fisiológico no olho e pisque para ele descer até a pálpebra inferior. Daí tire com o cotonete, como ensinado. É muito raro o cílio cair dentro do canal da lágrima, mas, se isso acontecer, vá ao oftalmologista. A tendência é ficar preso ali e incomodar.

Pode acontecer de crescer errado?

Sim, às vezes o cílio nasce virado para dentro e não para fora. Daí o atrito com a córnea pode arranhar, inflamar e causar cistos no local. Por isso é preciso agir. Se for apenas um, tire com a pinça. Caso não enxergue direito, peça a uma esteticista com prática em tirar sobrancelha. Se tornar a crescer na direção errada, fale com o oftalmologista. “Talvez seja preciso cauterizar aquele ponto para evitar o problema”, avisa Alfredo Tranjan. “Um cílio a menos não causa uma falha gritante.” Em orientais, isso às vezes decorre da posição da pálpebra, então pode ser indicada uma cirurgia no local a fim de reposicionar os cílios no sentido correto.

Leia também:  Conheça as tendências de acessórios que são a aposta do momento | Moda e Beleza

O que são aquelas caspinhas que surgem ali?

É a blefarite, doença crônica que decorre de alteração na composição da secreção produzida pela glândula que há na borda da pálpebra – e que serve para lubrificar os olhos. Stress, alimentação com excesso de calorias, aumento da oleosidade da pele e exposição a muito vento favorecem seu aparecimento. As caspinhas tendem a cair dentro dos olhos e inflamá-los. Se tentar puxá-las, é grande o risco de tirar também o cílio. Lave o local com xampu neutro infantil (que não arde nos olhos). A caspa amolece e vai saindo. Também é importante evitar o consumo de comidas gordurosas, como carne de porco, feijoada e batata frita. Se não resolver, o oftalmologista pode indicar uma pomada para passar no local à noite ou um antibiótico oral.

O que é terçol e por que aparece?

O terçol é um tipo de cisto na borda da pálpebra que surge quando as glândulas locais se inflamam e ficam obstruídas. É comum em quem tem blefarite. Uma compressa quente facilita a drenagem: esquente água, teste na sua mão se está numa temperatura suportável, molhe uma gaze, feche os olhos e deixe sobre o terçol por 15 minutos, quatro vezes ao dia. Se não resolver, procure um oftalmologista.

Como prevenir esses problemas?

Segundo o oftalmologista, é fundamental sempre lavar as mãos antes de tocar nos olhos. Crie o hábito de lavar os cílios no banho, não só com água, que não tira toda a oleosidade, mas com xampu infantil neutro, retire a maquiagem antes de dormir e jamais,em hipótese nenhuma, esfregue a área: “Os olhos não foram feitos para isso”. O atrito pode provocar a queda de cílios, além de irritar e traumatizar a primeira camada da córnea, chamada epitélio. Então surge um desconforto semelhante à sensação de ter areia nos olhos, que pode evoluir para dor, já que atrás do epitélio ficam as terminações nervosas da córnea. Melhorar a qualidade da dieta, evitando o consumo excessivo de gordura, sódio e açúcar, também ajuda.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza

A máscara para cílios oferece perigo?

Não se você aplicar com cuidado para não traumatizar o olho. Nada de passar no carro em movimento. É grande o risco de enfiar o aplicador dentro dos olhos e machucar a córnea. Prefira os que têm bastões flexíveis e passe no sentido correto, da base dos cílios para fora – o que diminui os riscos de arranhar os olhos. Outro cuidado é não usar o cosmético emprestado. “É artigo pessoal, como a escova de dente”, orienta Tranjan. E observe se o produto está dentro do prazo de validade. Quem for propensa a terçol deve evitar o uso constante.

A máscara à prova d’água pode provocar a queda de cílios?

Espontaneamente, não. Mas isso pode acontecer na remoção do produto. Como algumas são difíceis de tirar, na hora você pode exagerar na força e acabar arrancando alguns cílios. Se isso acontecer constantemente, até que eles venham a crescer, seus olhos podem ficar desprovidos dessa proteção natural. Por isso, oftalmologista recomenda usar esses produtos à prova d’água só em ocasiões especiais: quando estiver na piscina ou for a um casamento, quando há o risco de você chorar.

Leia também:  Conheça a tendência sereísmo 2017 | Moda e Beleza

Por que não se deve dormir de maquiagem?

No caso específico do olho, o problema menor é acordar borrada. O mais grave é que a máscara pode entrar no olho e provocar irritações e alergias. Fora isso, a primeira coisa que uma pessoa faz quando acorda maquiada é esfregar os olhos. Use um demaquilante específico para a área ou um xampu infantil neutro.

O uso de curvex é desaconselhado?

Esse aparelhinho, que realça a curvatura dos cílios, só deve ser usado por quem sabe. Do contrário, o risco é exagerar na força e quebrar os cílios. Ainda mais se você é do tipo que faz a maquiagem correndo, sempre na última hora. Ouvi falar de um medicamento que aumenta os cílios.

É seguro?

Há três modos de aumentar o volume e o comprimento dos cílios. O primeiro é usar cílios postiços. Mas é preciso observar dois cuidados: ter certeza de que você não tem alergia à cola e retirar os cílios postiços com cuidado para não arrancar junto os naturais. O segundo é o implante de cílios em clínicas especializadas. O terceiro é a aplicação de Latisse, uma medicação que faz os cílios crescerem. Disponível na forma de máscara gelatinosa, inicialmente era indicada para glaucoma. Deve ser usada com orientação médica, pois há o risco de alterar a pressão intraocular se cair dentro do olho, e apenas na pálpebra superior. Na inferior, é contraindicada, pois pode manchar a pele. Também não é indicada para quem tem olhos claros porque pode escurecê-los.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.