Nesta quinta-feira (07) é comemorado oito anos de sansão da Lei Maria da Penha, a data é celebrada pelas representantes do Conselho Municipal de Direito das Mulheres (CMDM) de Rondonópolis, que enxergam no ato uma conquista para o público feminino.

Maria Alice Avelar dos Santos, 1ª secretária do CMDM, relatou que infelizmente a agressão contra as mulheres era muito alta ao ponto de ser preciso criar uma lei para tentar garantir o bem estar das mulheres. Contudo defende que o número de processos de violência contra as mulheres ainda é alto, mas observa que é fruto de uma maior conscientização do público feminino que tem aprendido a denunciar a agressão, além assegurar alguns direitos.

Leia também:  UFMT abre inscrições do 1º vestibular para estudantes quilombolas

Mesmo com o grande número de denuncia de violências contra as mulheres, Maria Alice defende que o quadro poderia ser ainda pior caso a Lei não tivesse sido sanciona.

As atividades em comemoração aos oito anos da Lei Maria Penha serão realizadas durante todo o mês de agosto com palestras em igrejas, escolas e empresa, café na cadeia pública feminina, passeata e um ato no último dia do mês no CMDM.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.