O treinador Eduardo Henrique aguarda a regularização do atacante Geílson para escalar o time que enfrenta o Barueri, nesta sexta-feira, pela 5ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. O atleta treina há três semanas com o elenco, mas ainda não apareceu no BID da CBF. Sua transferência é internacional (estava no Bahrein), mas a diretoria afirma que todos os trâmites já foram concluídos.

A expectativa é que o nome do atleta seja publicado nesta quarta-feira. Com isso, ele estaria confirmado no time titular. A baixa certa é do zagueiro Odail Júnior, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Luziânia.

– Vamos aguardar. Estamos treinando com duas opções de escalação. Mas acredito que ele estará apto sim. É um jogador importante e que vai nos ajudar muito. Tem experiência e qualidade. É um ótimo reforço – disse o treinador Eduardo Henrique.

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

Se for confirmado, Geilson entra na vaga de Gênesis, que tem sido criticado pela torcida pelos gols perdidos. Outra mudança no time pode ser a entrada do meio Calado.

– Vamos definir nesta quarta-feira, mas penso em colocar o time no 4-4-2. Vamos de acordo com o desempenho nos treinamentos.

O Operário pode jogar com Igor, Renan, Iuri (Kall), Wadson e Wanderson; Jamba, Jean, Calado e Ruy Cabeção; Laionel e Geílson.
Barueri e Operário jogam nesta sexta-feira, às 18h (de MT), na Arena Barueri.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.