O treinador Eduardo Henrique aguarda a regularização do atacante Geílson para escalar o time que enfrenta o Barueri, nesta sexta-feira, pela 5ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. O atleta treina há três semanas com o elenco, mas ainda não apareceu no BID da CBF. Sua transferência é internacional (estava no Bahrein), mas a diretoria afirma que todos os trâmites já foram concluídos.

A expectativa é que o nome do atleta seja publicado nesta quarta-feira. Com isso, ele estaria confirmado no time titular. A baixa certa é do zagueiro Odail Júnior, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Luziânia.

– Vamos aguardar. Estamos treinando com duas opções de escalação. Mas acredito que ele estará apto sim. É um jogador importante e que vai nos ajudar muito. Tem experiência e qualidade. É um ótimo reforço – disse o treinador Eduardo Henrique.

Leia também:  2ª Noitada de Boxe Olímpico acontece em Rondonópolis

Se for confirmado, Geilson entra na vaga de Gênesis, que tem sido criticado pela torcida pelos gols perdidos. Outra mudança no time pode ser a entrada do meio Calado.

– Vamos definir nesta quarta-feira, mas penso em colocar o time no 4-4-2. Vamos de acordo com o desempenho nos treinamentos.

O Operário pode jogar com Igor, Renan, Iuri (Kall), Wadson e Wanderson; Jamba, Jean, Calado e Ruy Cabeção; Laionel e Geílson.
Barueri e Operário jogam nesta sexta-feira, às 18h (de MT), na Arena Barueri.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.