Homem sendo atendido - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Homem sendo atendido – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O guarda Élio Pereira da Silva, 37 anos, que é acusado de tentar matar a ex-mulher e depois atirar contra a própria cabeça na tarde de ontem (28) na avenida Presidente Médici continua internado.

Segundo a assessoria do Hospital Regional de Rondonópolis, o guarda está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave. Foi informado também que ele ainda não passou por nenhuma cirurgia.

A jovem que também foi socorrida, não foi ferida gravemente.

O caso será investigado pela Polícia Civil como crime passional.

Advertisements
Leia também:  Acusado de roubo em Jaciara tem prisão cumprida em Poconé

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.