As atividades dos agentes prisionais de Mato Grosso serão paralisadas no próximo sábado (16) e domingo (17) em protesto da categoria pela não resposta do Governo na realização da perícia das unidades. A decisão foi tomada pela categoria na última assembleia do sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (SINDSPEN-MT).

O presidente do SINDSPEN-MT, João Batista Pereira de Souza, relatou que a medida é um ato de repudio ao governo que teve um prazo de 90 dias, determinado pela justiça em agosto do ano passado, para contratar uma empresa para avaliar o grau de insalubridade das unidades prisionais, para que a categoria possa receber o beneficio de acordo com a situação dos locais de trabalho.

Leia também:  Caravana da Transformação | “Dias D” serão realizadas nessa sexta-feira e sábado

Contudo, segundo João Batista, até o momento a determinação da justiça não foi cumprida e que o Governo até abre edital para contratação do serviço, porém com o repasse mínimo de modo que não atrai as prestadoras de servicos, como se não houvesse interesse para resolver o problema.

O objetivo da paralisação da categoria é sensibilizar o governo quanto a inércia e descaso de atenção que é dada a categoria penitenciária. Caso a medida não favoreça a um diálogo com o chefe do Poder Executivo do Estado, no início do mês de setembro acontecerá outra assembleia para traçar novas ações.

O sindicalista observou que em virtude das unidades prisionais contarem com apenas 30% do efetivo, durante a paralisação, as visitas aos presos deverão suspensas.

Leia também:  PM leva mais de 1.300 policiais às ruas em ações preventivas e de repressão à violência
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.