Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Durante o lançamento dos candidatos  da Coligação “Amor a Nossa Gente”, em Rondonópolis o deputado estadual Hermínio J. Barreto, candidato a deputado federal e reforçou que vai continuar a campanha em prol da emancipação  do campus da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT em Rondonópolis em uma Universidade Federal autônoma a UFR.

O campus de Rondonópolis hoje tem condições estruturais para buscar recursos e administrá-los, implantar mais cursos e oferecer mais uma oportunidade de conhecimentos ao município e toda região sul de Mato Grosso.O campus da UFMT conta hoje com 300 professores, sendo que 60% destes são doutores e com quatro mil alunos. As condições técnicas necessárias para que se obtenha a autonomia da Universidade já foram obtidas.

Leia também:  Vereador Thiago protocola requerimento pedindo suspensão de cobrança da taxa do lixo

Agora é necessário enfrentar os desafios burocráticos, e esse será o  papel do deputado J. Barreto no Congresso Nacional. “A UFMT em Rondonópolis tem um histórico de crescimento e a luta em prol da emancipação já começou há vários anos agora vamos reforçar  a nossa luta para que esse sonho se concretize”, disse Barreto

MAIS EDUCAÇÃO

Outro compromisso do deputado Barreto será a implantação de um campus da Unemat em Rondonópolis. E o candidato ao governo de Mato Grosso, Ludio Cabral reforçou o compromisso de Barreto, dizendo que se for eleito Rondonópolis receberá  a Unemat.

Barreto já foi prefeito de Rondonópolis e deputado estadual por cinco mandatos e agora busca o sexto como parlamentar federal. Caso seja eleito Barreto não será um parlamentar coadjuvante e muito menos um figurante no cenário nacional. Ele garante que vai usar toda experiência de vida pública buscar melhorias para Mato Grosso. “Não serei um aprendiz em Brasília e vou trabalhar firme para alocar recursos para nosso estado, sempre atuarei pensando em todas as regiões deste imenso MT, serei em Brasilia como sempre fui aqui na Assembleia atuante”. Finalizou Barreto.

Leia também:  Escola Militar será estruturada ainda em 2017
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.