Apesar de viver uma realidade completamente diferente daquela de 2007, quando conquistou o título mundial com a Ferrari, o finlandês Kimi Raikkonen garante que continua acreditando no potencial da escuderia italiana. Sem alcançar resultados expressivos no primeiro semestre, o companheiro de Fernando Alonso reconhece que será difícil promover uma reviravolta ainda este ano, mas aposta que o time de Maranello fará algumas melhorias consideráveis no carro para a segunda metade da temporada.

– Espero que a segunda metade da temporada seja muito melhor que a primeira, mas é claro que não mudará muito. Todas as coisas que temos que melhorar para fazer o time funcionar de verdade não podem ser feitas do dia para a noite. Fomos um pouco melhores na Hungria, apesar de erros estúpidos no classificatório, mas tenho fé nas pessoas e na equipe, e acho que poderemos voltar ao lugar onde deveríamos estar.

Leia também:  União joga domingo diante do Sinop no Luthero Lopes

Completamente ofuscado por Alonso, Raikkonen tem o 6º lugar conquistado no GP da Hungria, que encerrou a primeira parte da temporada, como seu melhor resultado até agora. O “Homem de Gelo” soma apenas 27 pontos e aparece na 12ª posição do Mundial de Pilotos, enquanto o companheiro de equipe tem quatro vezes mais (115) e ocupa o 4º lugar do ranking. Para o finlandês, a Ferrari precisa se concentrar nos pontos fracos do carro para conseguir dar a volta por cima na próxima temporada.
– Alcançamos uma boa velocidade na Hungria, mas, tendo largado em 16º, era difícil fazer uma corrida melhor. Esperamos aprender com isso. As coisas não devem ficar muito diferentes em três ou quatro semanas, mas podem melhorar para o próximo ano. Por isso, vamos tentar trabalhar para melhorar no segundo semestre e colocar a equipe no rumo certo. Dessa forma, as coisas serão muito melhores em 2015.
As tradicionais férias de meio de ano da Fórmula 1 acabam no dia 22 deste mês, quando os pilotos aceleram nos primeiros treinos livres para o GP da Bélgica. O treino classificatório acontece no sábado, com transmissão ao vivo do SporTV, na íntegra, às 9h (de Brasília), e da TV Globo, com o Q3 e a definição do grid, a partir das 9h40. A corrida no tradicional circuito de Spa-Francorchamps será disputada no domingo, 24 de agosto, às 8h35, com transmissão ao vivo da TV Globo e em Tempo Real do GloboEsporte.com.

Leia também:  Dourado sobe duas posições e chega ao 50º lugar no ranking Nacional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.