O candidato a governador Lúdio Cabral (PT) reuniu-se na manhã dessa sexta-feira (29) com empresários e representantes da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt). Na ocasião, ele reafirmou compromissos de implementar uma gestão eficiente e que priorize as políticas sociais, infraestrutura, logística, funcionalismo público e preservação ambiental.

O encontro trata-se do “Diálogo com a Indústria de Mato Grosso”, no qual Lúdio ressaltou os compromissos de priorizar uma gestão voltada a resultados. Por isso, fará as nomeações em cargos comissionados de acordo com critérios técnicos levando em consideração o compromisso público, qualificação e capacidade de mobilização. Também frisou que reservará pelo menos 30% dos cargos de comando às mulheres.

Leia também:  Vereador acompanha mutirão de recuperação no Parque Universitário

No caso da infraestrutura e logística, Lúdio ressaltou compromisso de pavimentar, no mínimo, 1.600 km de estradas a partir de dois eixos estruturantes: um ao leste da BR-163 e outro a Oeste, tendo como referência a MT-010, ao custo aproximado de R$ 1 bilhão, executados em parceria com o Fethab e BNDES e em parceria com o Governo Federal. Ele ressalta que pretende manter a sintonia com o Governo Federal para assegurar ainda a duplicação da BR-163, conclusão da 168 e refederalização da antiga BR-080, além de incentivo a outros modais de transporte, como ferrovias e hidrovias.

Para ter mais recursos e investir nessas áreas, Lúdio firmou compromisso de revisar a legislação dos mais de 30 fundos existentes no governo. Isso poderá gerar economia e sobrar dinheiro para atividade fim de cada área.

Leia também:  Governador autoriza construção de 4 pontes na obra do Canivete

Nas políticas sociais, Lúdio priorizará a saúde com a revitalização de 55 hospitais municipais, construção de hospitais regionais, ampliação de 60% para 85% a cobertura da atenção básica, criar o programa “Mais Médicos Especialistas”, levando cirurgião-geral, anestesista, ginecologista-obstetra e pediatra a todas as regiões; na educação, priorizará a universalização da escola em tempo integral e valorização dos profissionais; e na segurança pública, nomear aprovados em concurso público, aumentar efetivo nas cidades e fronteira com a Bolívia, além de articular as políticas de outras áreas que podem influenciar na diminuição da violência, como esportes, educação e cultura, entre outros.

Lúdio ainda assumiu compromisso de gerir com mais transparência os recursos oriundos dos fundos do governo, incentivar a produção e garantir respeito aos direitos sociais, o que propiciará um ambiente de negócio mais propício.

Leia também:  Grupo articula colocar Pátio como candidato ao senado

O presidente do sistema Fiemt, Jandir Milan, afirmou que o encontro é importante porque o setor precisa saber o que pensam os candidatos ao governo, já que a indústria é responsável por 44% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.