A participação do investidor estrangeiro na dívida mobiliária federal interna subiu em termos percentuais em julho. A participação avançou de 18,17% em junho para 18,52% no mês passado, marcando novo recorde. Em valor absoluto, passou de R$ 383,58 bilhões para R$ 385,67 bilhões, também novo recorde.

No mês, a Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFi) caiu 1,39%, para R$ 2,081 trilhões, de acordo com o Tesouro Nacional.

As instituições financeiras encerram o mês respondendo por 28,25% da DPMFi, contra 29,64% em junho. Os fundos de investimento ampliaram a participação, de 20,75% para 21,17%. As instituições de previdência fechara m julho com 17,42% da dívida, contra 17,08% em junho. O governo aumentou sua fatia de 6,29% para 6,36%. Já as seguradoras ampliaram marginalmente sua participação de 3,96%, para 4,03%

Leia também:  Contribuintes têm até o dia 10 para aderir ao Refis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.