Beatles em apresentação no estádio Candlestick Park de São Francisco em 1966 - Foto: Internet
Último show da carreira dos Beatles no estádio Candlestick Park de San Francisco  – Foto: Internet

O Candlestick Park de San Francisco, estádio que entrou na história por ser o palco do último show dos Beatles em 1966, viveu outra noite memorável, com o show solo de Paul McCartney, o último evento que recebeu antes de sua demolição, nesta quinta-feira (14).

Assim como o Candlestick se despediu do quarteto de Liverpool em um frio 29 de agosto de 1966 – em San Francisco o verão é especialmente frio – o destino quis que fosse um dos protagonistas daquela noite, sir Paul McCartney, que se despedisse dele 48 anos depois.

Depois deste show, novamente em uma noite fria e com nevoeiro, o estádio será demolido para dar lugar a imóveis de uso residencial e comercial. A atuação de McCartney, com repertório solo e dos Beatles, encheu pela última vez o Candlestick com quase 50 mil pessoas e provocou uma autêntica loucura na cidade.

Leia também:  Taylor Swift retorna ao catálogo de serviço de streaming

“Não podia perder, simplesmente não podia. Estive aqui quando os Beatles tocaram em 66 e esse show me marcou para a vida toda, agora tinha que voltar”, contou à Agência Efe Rose Kurtz, moradora de Reno (Nevada) que viajou só para ver o show. A expectativa para o show era tanta que os ingressos foram todos vendidos em apenas duas horas.

O próprio McCartney quis fazer do show uma ocasião especial, e engrandeceu a festa com mais de 900 efeitos pirotécnicos, um número muito superior ao que habitualmente usa.

Foto: AP
Após 48 anos da última apresentação dos Beatles, Paul McCartney se apresenta no estádio antes da demolição – Foto: AP

A referência ao Candlestick como o último show “oficial” dos Beatles é porque depois dele a banda só voltou a se reunir em 30 de janeiro de 1969, de surpresa no telhado da gravadora Apple Records, em Londres, a última atuação juntos. O show de Paul nesta quinta-feira, batizado como “Farewell to Candlestick” (Despedida do Candlestick) faz parte da tour “Out There” de McCartney, que passou por Brasil, Uruguai, Chile, Peru, Equador e Costa Rica.

Leia também:  Autora do livro 'Remixing Reggaetón' fala sobre o triunfo do ritmo, da marginalização ao 'Despacito'

O Candlestick Park, na zona sudeste de San Francisco e de propriedade municipal, foi inaugurado em 12 de abril de 1960 pelo então vice-presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, para abrigar os “Giants”, que tinham se mudado para a cidade californiana dois anos.

Em 1971, aos beisebol dos “Giants” se uniram os “49ers” de futebol americano, e as equipes compartilharam o estádio até 1999, quando os “Giants” se mudaram para o atual AT&T Park e o velho Candlestick ficou reservado exclusivamente para o futebol americano. No ano passado, os “49ers” jogaram sua última temporada no Candlestick, e se mudaram para um novo campo em Santa Clara (ao Sul de San Francisco).

Leia também:  Cantor, compositor e músico Luiz melodia morre aos 66 anos no RJ
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.