Duas líderes do grupo de invasores do Residencial André Maggi já foram presas e todos os demais representantes receberam o mandado de prisão. As informações foram divulgadas após uma reunião entre todos os órgãos de segurança do município sobre a reintegração de posse do residencial na sede da delegacia da Polícia Federal (PF), que ocorreu na manhã desta sexta-feira (29).

Marcia do movimento do Andre Maggi
A líder Márcia Mayca é uma das que já foram presa. Foto: Varlei Cordova

As informações são de que a líder Márcia Mayca é uma das que já foram presas. Ainda durante a reunião ficou definido que a reintegração de posse do André Maggi irá acontecer dentro do período de 15 dias.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Bruno Toledo, a desocupação ainda não tinha acontecido por falta de preparação, mas que agora todos os órgão de segurança estão mais que preparados para agir durante a desocupação. O delegado alerta para que as famílias já organizem suas mudanças e procurem um local para morar.

Leia também:  Abastecimento de água continua setorizado em 6 bairros de Rondonópolis

Ainda conforme o Toledo, a PF recebeu informações que existem pessoas dentro do residencial que querem sair, porém estão sendo pressionadas a ficarem nas casas. “Peço para que essas pessoas denunciem o caso, e saiam pacificamente. Caso as famílias decidam saírem de forma pacifica, não receberão mandado de prisão” diz Bruno.

 

OUTRO MANDADO

Além do André Maggi o residencial Magnólia também recebeu uma ordem judicial para desocupação. Conforme o delegado Toledo, no Magnólia existem aproximadamente 30 casas invadidas, e será o próximo local de desocupação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.