Este semestre cerca de 1500 pessoas participam do PROERD em Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Este semestre cerca de 1500 pessoas participam do PROERD em Rondonópolis – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

A Praça Brasil serviu, nesta quarta-feira (27), como palco para exposição dos trabalhos realizados pelo alunos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), desenvolvido pela Polícia Militar, como parte das atividade da Semana Nacional de Combate as Drogas.

A proposta da feira é mostrar por meio de maquetes e cartazes às pessoas que trafegam pelo local os trabalhos de prevenção e conscientização que é desenvolvido principalmente por crianças.

O major Josadak, coordenador do programa, explicou que a PM não atua apenas como forma repressiva, mas também preventiva e o PROERD é um exemplo de trabalho que ao longo do tempo resultará em jovens mais conscientes e capazes de dizer não às drogas.

Leia também:  Samu inaugura nova central de regulação nesta quinta (17)

A instrutora do PROERD, sargento Alice, explicou que além de instruir as crianças e familiares sobre as consequências do uso de drogas, também faz orientação sobre bullying, cidadania e vida saudável.

Neste semestre o programa, que é desenvolvido pela PM com apoio e recursos do Poder Público e empresas privadas, atende cerca de 1500 pessoas em Rondonópolis em todos quase todos os bairros do município.

Para a aluna Thamily Mariano Soares, o PROERD é uma experiência muito gratificante, pois colabora para que as pessoas que passam pelo programa tenham maior qualidade e experiência de vida para que não passem por situações difíceis típicas de quem está no mundo das drogas e criminalidade. “Gostaria que o PROERD tivesse sido implantado há pelo menos 20 anos, para que hoje nossa sociedade fosse melhor”, disse a estudante da escola Odorico.

Leia também:  Mãe e crianças são mantidas reféns por mais de 30 dias em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.