Os produtores mato-grossenses de soja e milho do estado de Mato Grosso apresentam grandes preocupações em relação ao cenário de rentabilidade que encontra-se limitado para a próxima safra de grãos. A preocupação foi apontada durante o lançamento do 9º Circuito Aprosoja.

O evento que aconteceu na capital Cuiabá inaugura um ciclo de palestras que vai percorrer 22 municípios do interior do estado e abordar temas que vão de mercado à liderança. O circuito acontece neste ano nos meses de agosto e setembro e tem como características promover discussões para auxiliar no planejamento da safra.

Diante de um futuro incerto e de preços baixos para a saca de soja e milho, os produtores falam em ter cautela com os investimentos.

Leia também:  Após quase 40 anos, escola estadual de Poconé terá quadra poliesportiva

De acordo com o presidente da Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Ricardo Tomczyk, um dos pontos que mais pesam no custo de produção é a falta de opção de modais para escoamento da produção mato-grossense. “O custo em Mato Grosso é o maior do mundo por conta do modal rodoviário sem concorrência, isso nos tira grande parte da competitividade”, ressalta.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.