Reforço do São José Basquete para a temporada 2014/2015, o armador Rafinha, ex-Goiânia, apresentou-se ao clube na tarde dessa quinta-feira, 31. Já no primeiro treino com a equipe, teve uma das experiências que lhe deixou animado para defender o time joseense: jogar ao lado de Valtinho. Fã do jogador desde a infância, o atleta destaca que a presença do companheiro de posição na equipe foi um dos atrativos para assinar com o clube do Vale do Paraíba.

– Eu assistia ao Valtinho quando era criança. Sempre vi ele jogando. Hoje, vou jogar ao lado dele. Isso é um sonho. Só tenho a aprender com ele. Isso pesou, sem dúvida. (…) O São José também é um time de tradição. Meu sonho era estar em uma equipe grande, de nome, de respeito no cenário nacional. Chego para ajudar, dar o máximo de mim e fazer a torcida feliz. Já joguei contra esta torcida e sei como é chato jogar aqui dentro. Podem esperar muita raça e dedicação – afirmou o atleta, de 26 anos.

Leia também:  Meninas do vôlei vencem a primeira em Cuiabá

Rafinha assinou contrato de uma temporada com o São José e chega, a princípio, para ser uma opção no banco de reservas. Além dele, o time joseense conta com os armador Manny Quezada e Valtinho. O jogador minimiza a concorrência por posição.

– Acho que não vai ter disputa. Vai ter um ajudando o outro. Cada um vai saber o seu papel dentro da equipe, o seu momento certo de entrada. Isso o técnico vai saber fazer – disse.

Para o técnico Luiz Zanon, Rafinha é um jogador que chega para compor o grupo, atualmente com oito atletas adultos. Com o número é baixo, garotos da categoria sub-17 participam dos treinos do time principal no período da tarde.

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols

– Tentamos procurar nas equipes sub-17 que nós temos, algum menino que pudesse dar uma sustentação em um caso, por exemplo, de uma dor de barriga do jogador da posição 1. Pretendo também fazer o Quezada jogar de dois. Então, era muito arriscado ficar só com um. O Rafinha é um desses jogadores que vem para aumentar o elenco. Ele pode contribuir naqueles momentos de dificuldades. É uma grande chance. Um menino de 25 anos que já teve em uma situação melhor, mas caiu. Ele está em busca de um lugar. Pode contribuir muito com as qualidades dele. É um bom defensor, um jogador de velocidade. Tudo é para compor o elenco – comentou o treinador.

Leia também:  2ª Noitada de Boxe Olímpico acontece em Rondonópolis

O São José estreia no Campeonato Paulista na próxima quinta-feira, 7, contra o Internacional de Santos. A partida está marcada para começar às 20h, no ginásio Lineu de Moura.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.