Enquanto Nico Rosberg e Lewis Hamilton se digladiam, de forma quase literal, na incansável corrida pelo título mundial, Daniel Ricciardo prefere manter a serenidade e o sorriso estampado no rosto em busca de brechas para brilhar. Foi assim que o australiano de 25 anos conseguiu levar a RBR à sua 50ª vitória na Fórmula 1, neste domingo, no GP da Bélgica. Com um carro claramente inferior à Mercedes, o companheiro de Sebastian Vettel se beneficiou do polêmico toque de Nico em Lewis, logo no início, e administrou a vantagem conquistada nas primeiras voltas para chegar ao lugar mais alto do pódio pela terceira vez na temporada.
– Ninguém poderia acreditar que nós teríamos uma chance aqui em Spa, mas acho que nós mesmos ficamos surpresos com nosso bom ritmo. É um pouco surreal, mas uma vitória é uma coisa muito legal, fantástica. Foi difícil permanecer na frente no final da corrida, mas acabou sendo divertido. As outras duas vitórias que tivemos este ano foram resultado de um estilo mais agressivo de corrida. Hoje, tivemos que adotar uma estratégia mais calculada, então foi bom vencer em circunstâncias tão diferentes – avaliou Ricciardo.

Leia também:  Pesso chega e começa a montar o União

Apesar da vitória espetacular em Spa, o piloto australiano está ciente das limitações de sua RBR. Nico Rosberg andou mais rápido na pista belga e, se não fosse pelo incidente entre seus dois pilotos no início da corrida, a Mercedes provavelmente teria uma vitória fácil na 12ª etapa da temporada. Entretanto, Ricciardo sabe que a potência dos motores não é o único fator preponderante no resultado final do campeonato. O australiano lembra que a pontuação será dobrada em Abu Dhabi, na última etapa da temporada, e diz que continuará lutando pelo título enquanto tiver chances matemáticas.
– Eu vejo boas coisas pela frente se conseguirmos coletar o máximo de pontos nas próximas etapas. Isso nos dá mais esperança e motivação para desafios que estão pela frente, como Cingapura e Suzuka. Sei que Monza (próxima etapa) será complicado, mas Suzuka será muito bom para nosso carro. Vou lutar pelos 50 pontos que serão entregues em Abu Dhabi, então ainda estou na briga pelo título. Definitivamente, enquanto for matematicamente possível, vamos continuar lutando – afirmou Daniel.

Leia também:  Atletas sub 16 de Rondonópolis participam de competição em Cuiabá

Após ter se recuperado do incidente com Hamilton, Nico passou a atacar Ricciardo em busca da vitória, mas o piloto da RBR resistiu e conseguiu conter as ofensivas do alemão. Como Hamilton não completou a prova e não pontuou, o australiano se aproximou ainda mais da vice-liderança do campeonato – a vantagem de Lewis sobre Daniel caiu de 60 para 35 pontos. Ricciardo também foi o único piloto de outra equipe que não a Mercedes a ter conquistado vitórias nesta temporada. Por isso, ele sabe que estará na mira dos adversários da escuderia alemã e se diz preparado para a briga.
– Prefiro não dar a minha opinião sobre o que houve entre Nico e Lewis na corrida de hoje, porque eu não vi o que aconteceu. Mas Nico realmente me pressionou muito nas últimas voltas. Eu sabia que, assim que consertasse sua asa dianteira, estaria andando muito forte. Então nós não poderíamos diminuir o ritmo. Essa vitória não poderia ter sido melhor. Vamos continuar sempre na briga por uma vitória e, se a Mercedes escorregar, vamos estar lá para aproveitar – comentou o australiano.

Leia também:  Richard Gama vence três e cai nas semifinais para líder

Com o segundo lugar em Spa-Francorchamps, Rosberg chegou aos 220 pontos e aumentou sua vantagem para Hamilton de 11 para 29 pontos. Ricciardo, que teve 18 pontos descontados por sua desclassificação na Austrália, na abertura da temporada, também ampliou a distância em relação ao companheiro Sebastian Vettel, de 43 para 58 pontos. Confira a classificação completa. A Fórmula 1 volta daqui a duas semanas, com o GP da Itália, de 5 a 7 de setembro, no tradicionalíssimo circuito de Monza.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.