Foram quase dois meses afastados dos treinamentos. O período no departamento médico, tratando de uma lesão muscular na coxa direita, foi doloroso para Rodrigo Macha. Esforço comparado ao que o jogador precisará fazer para retornar ao time. Titular durante as conquistas da Copa do Nordeste e Pernambucano, ele viu seus companheiros de posição, Rithely e Wendel, ganharem a confiança do técnico Eduardo Baptista. No entanto, o crescimento da dupla não tira a confiança do volante, que vê a disputa com naturalidade.

– Quando o Sport ganha, eu também ganho. Queria estar trabalhando, independente de estar jogando ou não. Queria poder treinar e fazer o que eu sei. Agora vou procurar novamente meu espaço e esperar a minha hora.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

Apesar de tranquilidade para falar do momento, Mancha reconheceu que precisará trabalhar muito para recuperar um espaço no time titular. Mas prometeu acirrar a briga com os “concorrentes”.

– Eu estou tranquilo. Primeiramente eu quero voltar a ficar à disposição e, com o passar do tempo, vou procurar o meu espaço novamente. A briga vai ser saudável. O pessoal vem jogando bem e eu vou esperar a minha vez.

Para o jogo do próximo domingo, contra o Flamengo, Rodrigo Mancha diz já estar com 100% de suas condições físicas. A única questão é o ritmo de jogo que, segundo o jogador, só voltará ao normal quando começar a jogar.

– Venho treinando a parte física e com bola desde a semana passada. Hoje estou 100%. Tem apenas a questão do ritmo de jogo, mas isso eu só vou adquirir jogando. Estou pronto se ele precisar.

Leia também:  Colorado vence fora de casa e ganha moral na Copinha

Além de Rodrigo Mancha, o técnico Eduardo Baptista também ganhou a possibilidade de escalar Augusto César, recuperado de lesão. Além deles, o treinador conta com mais cinco opções no elenco: Wendel e Rithely, os atuais titulares, Ronaldo considerado o reserva imediato da posição, seguido de William, contratado recentemente. Enquanto isso, Neto, recém-promovido das categorias de base, espera por uma chance. Recuperando-se de uma lesão no joelho, Anderson Pedra só retornará na próxima temporada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.